quarta-feira, 4 de abril de 2012

Tudo pelo planeta!!!


O que podemos fazer pelo planeta?






O consumidor hoje teve que ser criativo e buscar novas alternativas de embalagem para suas compras no supermercado.
Não só na capital como também aqui onde moro começou a valer a lei da proibição das sacolas plásticas.
Eu, que sou sempre distraída, vivo passando por constrangimento na hora de carregar as compras.
Mas desta vez, consegui me garantir. Chega de pagar micos. Chega de sair carregando quarteirões abaixo mercadorias de forma desconfortável.
Então logo pela manhã, munida de minhas sacolas saí para as compras.
Estava estacionando o carro quando vi a dificuldade de um senhor idoso. Como ele não portava sacola alguma para as compras, o supermercado ofereceu uma caixa de papelão.
Empurrando vagarosamente a bicicleta, ele tentava sem sucesso algum equilibrar a caixa com a mercadoria no cano de sua bike.
Desci do carro a tempo de evitar que tudo fosse ao chão, inclusive a bicicleta.
Ficamos alguns minutos decidindo qual a melhor forma para transportar a mercadoria.
Era praticamente impossível carregar a caixa e ainda transportar a bicicleta.
Conversa vai, conversa vem, descobri que era um velho conhecido que há tempos não via.
Pareceu-memais velho com sério problema de visão. Assim não o reconheci de imediato.
Já estava para levar suas compras até sua casa, quando mencionei a ele as sacolas retornáveis oferecidas a preço irrisório pelo supermercado.
Ele me disse que não sabia dessa alternativa. Dificilmente sai às compras. Isso é tarefa para as filhas ou netos, alegou ele.
De posse das sacolas, o problema foi resolvido. Pendurou-as no guidão da bicicleta e assim pode transportar suas compras sem o perigo de perdê-las pelo caminho, embora vagarosamente.
Insisti, mas ele preferiu ir caminhando, pois sua casa não era tão longe..
Fiquei pensando em como é difícil sair da zona de conforto para explorar novas alternativas . Hábitos arraigados necessitam tempo para uma nova adaptação.
Mas, tudo pelo planeta!
Eliminar as sacolinhas plásticas é concientizar a população a usar meios ecologicamente corretos para carregar suas compras.
Mas num mundo onde quase tudo é embalado ou feito em plástico eu me pergunto: como acabar com tanto plástico?
Acabar com as sacolinhas é sem dúvida uma boa iniciativa, mas muitas outras medidas com certeza deverão ser tomadas futuramente.


9 comentários:

  1. Há muito a ser feito.Não podemos deixar de fazer! beijos,FELIZ PÁSCOA! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aos poucos chegaremos lá. Enfim, tem de começar de alguma maneira...Feliz Páscoa!

      Excluir
  2. Oi Edite... Realmente não é fácil sem elas, mas tudo vai se ajeitando... Mas, que é um baita desconforto a tal das caixas de papelão, isso é... ena hora de vc colocar sozinha aquilo no carro... É um Deus nos acuda... eu só lembro da minhas sacolas quando já estou no caixa... Tudo pelo planeta!!
    Um grande beijo e uma feliz páscoa pra vc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Igualzinha a mim. Só lembro das sacolas tb qdo a mercadoria é colocada no balcão e o caixa fica a me olhar indagadoramente. Isso qdo outros não viram as costas como a dizer: "isto não é comigo". E os empacotadores do supermercado ajeitando as compras na sacola de qualquer maneira, sem cuidado algum com pacotes frágeis como ovos, pão, verduras. É preciso ficar atento . Caso contrário voltamos para casa com "um mexidão"(rsss)

      Excluir
  3. É verdade. Há muito que fazer. As sacolinhas plásticas são uma pontinha de nada. Mas, sem essa pontinha, mais a outra pontinha etc. não se chega a algo maior. Eu sou uma que tenho sacolas de brim para as compras e... 99% das vezes as esqueço em casa. Um horror. Aqui no Rio não há proibição, nem estão sendo cobradas, ainda. Já combinei como marido de comprarmos um bom carrinho de feira, mas acaba não sendo totalmente útil porque não costumamos ir a pé com as compras para casa e ele não cabe tudo que compramos, no final das contas. Mas o fato é que temos que nos acostumar com as mudanças, eu sei.
    Edite, vim desejar uma felicíssima Páscoa para você e todos os seus. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beth, prazer em vê-la por aqui. Faz tempo que não deixa aqui sua marca. Fico feliz em tê-la de volta. Quanto às sacolinhas, vc então é do meu time, "o time dos distraídos". Ah, nem imagina qto constrangimento, quanto mico já passei. Mas vamos nos ajeitando. Vc tem razão: uma pontinha aqui, uma pontinha ali. Se todos colaborarem o resultado poderá ser melhor que o esperado. Bjs

      Excluir
  4. Pois é Edite, toda mudança causa um pouco de "caos" no início, pois os problemas vão aparecendo aos poucos, assim como também - assim espero - vão sendo solucionados aos poucos...

    Mas alguma coisa tem que ser feita, o planeta está realmente pedindo socorro...

    ResponderExcluir
  5. Então Edite... foi pensando nisso que comecei a "estilizar" as sacolas de algodão cru, ou brim como chamam alguns... Tenho uma que serve como bolsa (pois tem uma pequena bolsinha interna pra guardar pequenas coisas)e sacola. E não sei se você sabe mas existe um tipo de sacola enorme, desdobrável, que você já deixa no bagageiro do carro. Vou te mandar uma das minahs pra vc fazer compras... rsrsrsr. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu vou adorar amiga! E aí, me diz o que vc achou do material de catequese que te enviei> Abcs

      Excluir