sexta-feira, 1 de junho de 2012

Cuidando do jardim...

 A vida é um grande jardim. Que flores você deseja cultivar?

Abrir a porta que dá para o quintal dos fundos e dar de encontro com meu pequeno canteiro repleto de ervas daninhas já estava me incomodando.
Na falta do jardineiro resolvi eu mesma cuidar dessa tarefa.
Bem cedinho, luvas de jardinagem, ferramentas à mão , finalmente decidi cuidar daquele canteiro tão maltrado pelas ervas daninhas que prejudicavam seu desenvolvimanto.
Arranca uma erva aqui, outra ali. Replanta um ou outro vaso. Cuida daquele outro.
Mexer com a terra foi me energizando.
Dizem que da terra provem muita energia que faz um bem danado para nosso astral. Por isso crianças gostam de brincar descalças, sentir a terra a seus pés. Brincar de pés descalços tem efeito terapêutico imediato..
E assim, toda essa conexão com a natureza: o sol que incidia seus raios sobre minha cabeça e as mãos sujas de terra foram me energizando de uma tal maneira que nem vi o tempo passar.
Lancei-me também à poda de alguns arbustos que teimavam em crescer sem noção de domínio , prejudicando plantas próximas.
Tudo pronto! Nada tão complexo assim. Faltava disposição, boa vontade, desejo de transformação.
Toda essa atividade fez-me voltar o olhar para dentro de mim.
E então pude ver que a vida pode ser comparada a um grande jardim e vários canteiros.
Há os canteiros do Amor, da Esperança, do Otimismo, da Fé. Tudo vai depender de quais flores se deseja cultivar.
Há quem regue a vida com Amor, cultiva a Esperança, planta Bons Pensamentos e colhe tudo com muita Alegria e Otimismo. Assim têm sempre plantas fortes que resistem a qualquer intempérie.
Outros se descuidam do seu próprio jardim e ficam admirando o jardim do vizinho. Ou ficam a lamentar pelas flores já perdidas no tempo. Alguns ficam a desejar aquilo que não podem ter.
Enquanto se perdem em divagações as ervas daninhas vão corroendo seu coração, vão se alastrando e trazendo desassossego.
Seja um bom jardineiro. Cuide bem de seu jardim. Arranque toda erva daninha que corrói seu coração.
Não deixe a praga da inveja , preguiça ou qualquer outra erva venenosa se apossar de seu jardim.
Como no canteiro do quintal, tudo só depende de seu desejo de transformar!


O segredo não é correr atrás das borboletas...é cuidar do jardim para que elas venham até você”        (Mário Quintana)

2 comentários:

  1. LInda mensagem.Cuidar bem do nosso jardim é preciso! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Apesar de eu não gostar muito de cuidar de plantas; do meu jardim pessoal, do meu íntimo, das minhas atitudes eu tento cuidar da melhor maneira possível.

    As ervas daninhas insistem em nascer sempre, por isso cabe a nós cuidarmos de não deixá-las tomar conta do "nosso jardim da vida", não deixar que sentimentos ruins estraguem nosso bom humor, nossa felicidade, nossa saúde.
    Esforcemo-nos para deixar "nosso jardim" sempre florido e bem cuidado!!!

    ResponderExcluir