quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Curtindo o feriado


 Curioso como após anos de desuso, certos hábitos permanecem arraigados em nós. Acompanham-nos por uma vida toda.
Aposentados, livres do compromisso com horários rígidos, mas quando surge um feriado queremos fazer jus a ele, independente de pertencermos ou não a esta ou aquela instituição de trabalho.
Até pouco tempo atrás, feriado significava visita dos filhos em casa. Havia uma certa expectativa de espera pela sua chegada.
Dias antes o movimento na cozinha se intensificava na elaboração de receitas especiais ao gosto da visita também especial. Sabe como é, filho quando vem pra casa quer comer a comida da “mamãe”.
E com que prazer eu preparava seus pratos preferidos!...Tudo rolava em torno dessa espera. A alegria antecipada revelada na ansiedade da espera. Havia um brilho diferente no olhar, um saltitar de corações.
Tudo para uma recepção festiva e agradável, onde os filhos pudessem sentir o calor do lar , o prazer do retorno, mesmo que breve.
Hoje já não posso mais contar com essa preliminar de feriado. Tudo já ficou no passado. Os filhos moram longe e nos visitam sim, mas dentro de sua agenda de trabalho, e não conforme o calendário se apresenta .
Mas mesmo assim, o feriado está lá e fica como que acenando que é dia de descanso para todos os mortais.
Bem, mas já que a casa está vazia, a cidade perece adormecida, melhor me ocupar de alguma tarefa útil e agradável.
Já há alguns dias ando envolvida na confecção de bolas de natal que darão um toque mais personalizado à minha casa durante os festejos natalinos..

Tudo muito simples e fácil
Veja como fazer: 

BOLAS NATALINAS

Use bolas de isopor de 75mm
Marque o centro na parte de cima e na outra extremidade.
Meça a circunferência da bola e trace os riscos que definirão os gomos.
Use um estilete para fazer os cortes.
Faça os moldes de acordo com sua medida
Prepare tecidos natalinos ou qualquer outro que você tiver à mão .
Corte os tecidos, intercalando as cores .
Com a ajuda de um abridor de casa vá enfiando os moldes já cortados, nos gomos feitos.
Entre as partes você pode finalizar com cordão dourado ou prateado
Ou aproveite qualquer outro enfeite que você tenha em casa( sinhaninha, fitinha, etc...)
Arremate com um laço à seu gosto

Pronto , faça quantas quiser e depois decore sua casa com a satisfação de poder dizer: “Foi feito por mim”
Este é o Natã, meu aluninho de alfabetização.. Fica todo encantado com  a diversidade de bolas coloridas  que encontra sobre a mesa, quando vem para o estudo.

.Obs: esses exemplares são da coleção de enfeites natalinos que ajudei a confeccionar para a decoração da igreja. Foram confeccionadas aproximadamente 300 bolas pequenas, médias e grandes, usando variados tons e estampas de tecidos.
Ainda não terminei a minha coleção. Estou finalizando-as e postarei em outra ocasião.
Espero que gostem. 

8 comentários:

  1. Que lindas bolas! Eu acho alegres ! E temos mesmo que ter o gostinho diferente de um feriado,né? beijos,lindas fotos! chica

    ResponderExcluir
  2. Tem razão Chica, Lindas e alegres como a festa do nascimento de Cristo merece. Muita alegria e esperança!

    ResponderExcluir
  3. Acho lindas... e confessoque se já não tivessetanta coisa pra fazer eu me atreveria a fazê-las! Mas acho quevou começar minha coleção em Janeiro... rsrsrsr... quem sabe a té o natal de 2013 ficam prontas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nada disso menina! Vc faz coisas lindas. Tenho visto lá no face. Garanto que se pegar firme ainda sai p/ esse Natal. Mãos a obra...

      Excluir
  4. Muito lindo Edite e tenhá um ótimo feriado!Bjs
    Darlene.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Darlene! Que bom ter vc aqui visitando-me. Volte sempre!

      Excluir
  5. Ah, Edite, a distância não apaga a saudade, mas aumenta, e muito, a dor por querer estarmos junto, né?

    Parabéns pela bolas. Ficaram lindas, viu?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Ana! Quanta saudade sinto de todos, principalmente das netas. Prá aliviar um pouco a saudade vou poder contar com a presença do Lucas e seus pais nesse Natal> Vai ficar uma lacuna, mas já é um consolo...

      Excluir