sábado, 1 de junho de 2013

compromisso com o leitor....






 Pegadinhas da Web

Anônimo31 de maio de 2013 13:11
 Saramago não teve filhos...


Este comentário deixado pela leitora amiga, Paz,sobre definição de filho por José saramago no post " O que dizer a uma mãe que perdeu o filho",  surpreendeu-me.
 Confesso que não tenho lido muito sobre o autor. Apenas algumas frases e pensamentos marcantes que traduzem o bom comunicador e escritor hábil com as palavras.
Mas a frase curta de Paz levou-me a refletir: Como alguém que não teve filhos poderia defini-los assim com tão belas e sábias palavras?
Ciente do tamanho de minha responsabilidade como disseminadora de informações , lancei-me à busca de explicações.  Não posso ignorar meu compromisso com o leitor.
Depois de várias buscas, encontrei aqui 
 

acredito que de fonte fidedigna uma biografia completa do escritor renomado , galardoado com o Prêmio Nobel de Literatura em 1988.
 Muito pouco a biografia cita sobre sua família. Mas entre  muitas informações confirma que Saramago teve uma filha nascida de seu primeiro casamento (1944-1970) com Ilda Reis, artista plástica também portuguesa.
 Seu nome, Violante, nascida no mesmo ano em que publica seu primeiro romance "Terra do Pecado" em 1947.
 Mas, curioso, apesar da filha que pode lhe ter trazido certa sensibilidade para definir tão belamente o conceito de filho, descobri também aqui

que o texto não é realmente seu.

Segundo o site  , esse texto é mais uma dessas pegadinhas, espalhadas na web, e  de que são vítimas tantos outros escritores  a quem atribuem escritos decerto na expectativa de fazê-los conhecidos rapidamente.   O que não leva a nada , a não ser que o objetivo seja apenas passar a mensagem e não se tornar conhecido, pois tal gesto só torna mais famoso quem já o é.

 
Segue o comentário da Fundação José Saramago acerca da autoria desse texto:

 "O texto não é de Saramago. Ele foi enviado à Fundação José Saramago por fãs que desconfiaram da origem do texto. Eis a resposta da funcionária da fundação: “Temos sido questionados com frequência acerca deste assunto, e o que podemos esclarecer é que não reconhecemos o texto que circula na web como sendo da autoria de José Saramago, supondo nós tratar-se de mais uma falsa atribuição de autoria, como tantas outras impossíveis de impedir de circular…”

 Sem mais e Cordialmente, 
Rita Pais 
Fundação José Saramago”


 Bem, explicações dadas, ressalto que encontrei o texto completo, que devem ser acrescentados no início e final da definição de filho por José Saramago, publicado no post anterior.

Filhos são do mundo (atribuído a José Saramago)

Devemos criar os filhos para o mundo. Torná-los autônomos, libertos, até de nossas ordens. A partir de certa idade, só valem conselhos.

Especialistas ensinaram-nos a acreditar que só esta postura torna adulto aquele bebê que um dia levamos na barriga.

E a maioria de nós pais acredita e tenta fazer isso. O que não nos impede de sofrer quando fazem escolhas diferentes daquelas que gostaríamos ou quando eles próprios sofrem pelas escolhas que recomendamos.
.....................................................................................................................................................

Então, de quem são nossos filhos? Eu acredito que são de Deus, mas com respeito aos ateus digamos que são deles próprios, donos de suas vidas, porém, um tempo precisaram ser dependentes dos pais para crescerem, biológica, sociológica, psicológica e emocionalmente.

E o meu sentimento, a minha dedicação, o meu investimento? Não deveriam retornar em sorrisos, orgulho, netos e amparo na velhice?
Pensar assim é entender os filhos como nossos e eles, não se esqueçam, são domundo!

Volto para casa ao fim do plantão,início de férias, mais tempo para os fllhos, olho meus pequenos pimpolhos e penso como seria bom se não fossem apenas empréstimo! Mas é. Eles são do mundo. O problema é que meu coração já é deles. Santo anjo do Senhor...

É a mais concreta realidade. Só resta a nós, mães e pais, rezar e aproveitar todos os momentos possíveis ao lado das nossas 'crias', que mesmo sendo 'emprestadas' são a maior parte de nós !!!
"A vida é breve, mas cabe nela muito mais do que somos capazes de viver "

 

10 comentários:

  1. Os Filhos
    Livro: O Profeta
    Autor: Gibran Khalil
    http://www.paralerepensar.com.br/gibran.htm
    O texto que estou indicando acima é realmente de autoria do citado. Eu li o livro na minha adolescência e acho que quem tem filho deveria ler o texto se possível antes de dar à luz, até mesmo antes de engravidar.

    Gibran Khalil era alcoólatra e foi em decorrência disso que ele morreu. Os textos em português sobre a vida dele geralmente são todos floreados e romantizados, porém eu tive a oportunidade de ler muito sobre a vida dele m inglês (ainda antes de existir a Wikipedia). A pneumonia foi em decorrência dele viver bêbado, no frio, pelas ruas da cidade... mas a cirrose veio bem antes.

    Uma curiosidae: seu avô materno era católico ortodoxo, então casado, e foi morar no Nordeste do Brasil como missionário e levou consigo a família, inclusive a mãe de Gibran Khalil, casada, e qdo ela ficou viúva no Brasil ela retornou para sua terra. É possível que ela tenha tido um filho no Brasil. Há vários anos fiz uma profunda pesquisa sobre a vida do autor e descobri que ele deixou todos os direitos autorais de sua obra pro seu país, Líbano. E a marcante e célebre frase de John F. Kennedy - "Não pergunte o que seu país pode fazer por você; e sim pergunte o que vc pode fazer pelo seu país." -- Já li que essa frase é de autoria de Gibran Khalil e eu acredito pois ele era lido tb nos EUA nos 60.

    Não sei através de que pessoa brasileira o livro "O Profeta" ficou conhecido no Brasil na década dos anos '60... Ronnie Von foi quem nos levou a ler "O Pequeno Príncipe" na mesma época.
    Paz

    PS - Estou lendo "A Sereia e o Monge", da mesma autora de "A Vida Secreta das Abelhas".

    ResponderExcluir
  2. Há sempre textos circulando com autoria incorreta. Por isso, quando faço referência a algum, prefiro mencionar uma obra que tenha lido e que ainda possua o volume respectivo. Muitos não o fazem de má fé, apenas vão copiando e repassando.
    Não tenho filhos, mas amados sobrinhos. Sabemos que os seres humanos vêm de Deus e para Ele voltarão. Como filha, entendo o que sentem os pais, porque saí de casa cedo e vi a dor deles por eu morar longe. Mas os filhos, como Khalil Gibran lindamente mencionou em sua obra, vêm através dos pais, mas não lhes pertencem. Na realidade, o que vale mesmo na vida familiar é o amor que une seus membros. Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As palavras atribuídas a Saramago são tão belas e verdadeiras e tenho visto tantas publicações dessa definição pela net, que não me ocorreu certificar-me da verdadeira autoria. Má fé mesmo só atribuo ao autor desconhecido que fez essa confusão toda. Mas não como negar que as palavras são belas e sábias.
      As pessoas precisam assumir aquilo que escrevem e postam.
      Abcs e obrigada pela visita .

      Excluir
  3. Bom dia!!!
    muitos fazem isso deixam incorreto, e
    a gente não acaba sabendo de mais detalhes , mas está bom esse texto
    Desejo um bom domingo e um
    inicio de semana cheio de paz
    Bjuss
    Rita!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. irresponsáveis, penso eu. Ficarei mais atenta, pois sei de meu compromisso em repassar informações. Abcs

      Excluir
  4. Edite e quem mais se interessar:
    Envio um link com o texto sobre Os Filhos. No ivro que eu tinha, a cada página havia um assunto que começava assim:

    "Mestre, fala-nos . . ." E os assuntos eram sobre os filhos, sobre o casamento, e por aí vai.
    Paz

    http://blogdajabuticaba.wordpress.com/2011/11/21/khalil-gibran-fala-nos-dos-filhos/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela dica Paz.
      Quanto à "vida secreta das abelhas" livro que acabou de ler, eu confesso que minha próxima aquisição literária será adquirir esse exemplar. Sempre que vejo o filme, gosto tb de ler o livro que nem sempre confere com a arte cinematográfica., como vc mesma citou.
      Mas deve ser interessante. Abcs

      Excluir
    2. Edite, não se apoquente com esse equívoco sobre Saramago. Nos anos 90 qdo a net era menos explorada, a gente não precisava ficar checando tudo o que vai citar pois a informação vinha de fonte séria. Hoje, qdo acontece bate-boca via net, a comunicação ficou mais fácil para os mal intencionados e tb para os malcriados tanto qto para equívoco sem nenhuma outra intenção. Puramente equívoco... e muitas vezes qto mais tentamos esclarecer um equívoco, mais vamos dar chance para complicar o assunto e marcar o equívoco. Há citações atribuídas a Clarice Lispector que não são dela; há citações de Borges atribuídas a Lispector; há citações atribuídas a Shakespeare que não são dele e por aí vai. Há estudiosos que afirmam que Shakespeare nunca existiu, que na verdade era a própria rainha Elizabeth disfarçada... etc. Enfim...

      Sobre literatura... pelo que estou vendo através de A Sereia e o Monge, Sue Monk Kidd é católica e usa muito da simboligia e crença religiosa para ilustrar o que escreve. Depois de ler A Vida Secreta das Abelhas, talvez vc gostasse de ler A Sereia e o Monge... deu filme com Kim Bassinger. O livro trata do relacionamento de uma mulher madura com sua mãe viúva, sofrendo um estado de demência. E o próximo livro que vou ler temos Sue Monk Kidd tratando do relacionamento dela com sua própria filha, ambas adultas viajando pela Europa. Veja vc que em A Vida Secreta das Abelhas temos a adolescente Lily com a dúvida cruel se foi ela mesma quem matou a mãe. -- Bem, não fôra pelo seu post de lá atrás e eu não teria retornado ao mundo das letras desde a semana passada. Obrigada.
      Paz

      Excluir
  5. Edite, leia isso aqui: "Seqüestro autoral, que feio!"
    http://www.mauriciogois.com.br/17-noticias/176-o-que-albert-einstein-tem-a-ver-com-a-crise-novas-informacoes

    Se o link ficar truncado e vc não conseguir abrir, pode recorrer ao Google e buscar o título abaixo:
    O que Albert Einstein tem a ver com a Crise? Maurício Góis

    Realmente espero que vc leia a material.
    Paz

    ResponderExcluir
  6. Desculpe-me, Edite, encontrei um link menor
    http://www.mauriciogois.com.br/

    ResponderExcluir