domingo, 25 de agosto de 2013

A guerra contra os cabelos brancos

Cabelos brancos: assumi-los ou continuar refém das tinturas?

Cabelos brancos! Como eu gostaria de não tê-los, assim como minha mãe que já anciã quase não os tem. Genética? Pode ser, mas infelizmente eu não herdei dela essa qualidade.
E então minha guerra contra esses fios indesejáveis já está me cansando.
Quando aparecem os primeiros fios brancos nossa primeira reação é de arrancá-los, como se assim procedendo eles acabassem por desaparecer totalmente.
Ledo engano, com o tempo eles se multiplicam e não há mais razão para arrancá-los. Não conseguimos vencê-los! O jeito é lançar mão das tinturas, hoje com fórmulas tão modernas que deixam nosso visual “quase” natural.
E vamos nos adaptando a várias nuances de tintura até chegar ao quase loiro, porque branco que é branco nuvem de algodão, não tem disfarce. Se pintar muito escuro fica artificial. Se pintar mais claro, não cobre. Então, existe até aquele jargão que diz que “ na maturidade toda mulher é loira”
Bem , eu não estou loira “ainda” , mas estou sentindo necessidade de mudança.
Não para loiro , é claro, que esse tom não combina comigo. Estou pensando em mudar radical assumindo totalmente meus cabelos brancos.
Mas tem uma torcida organizada que só falta me linchar quando exponho esse meu desejo.
Mulher brasileira é assim: criou-se uma cultura de juventude tão arraigada que quando mencionamos o desejo de mostrar a idade que temos, parece que estamos agredindo a sociedade.
E porque mostrar-se mais jovem do sou? A idade está aí, os sinais do tempo podem não ser tão profundos, mas estão lá. Acho desproposital chegar aos 80 anos com cabelo cor de 20 anos. Ridículo, na minha opinião.

Porque essa cultura machista que preconiza que homem grisalho fica charmoso e arranca suspiros da mulherada? Repararam no novo visual do Gianecchini? E do Otaviano Costa?     
E Richard Gere? E assim tantos outros famosos que ao olhar do público feminino estão a cada dia mais cheios de charme.
Ao contrário, para a sociedade, mulher grisalha assume um ar de relaxada, descuidada e até mal amada., o que não deixa de ser uma meia verdade.
Conforme defende a consultora de moda Glória Kalil, cabelos brancos só caem bem se vierem acompanhados de um bom corte e também com os cuidados necessários. Não basta apenas parar de tingir. Cabelos brancos também exigem cuidados.
Mas o que se quer é deixar de ser escrava das tinturas e a liberdade de poder exibir por aí os cabelos ao natural, sem ser rotulada de “senhorinha” ou “velhinha simpática”

Desde que Meryl Streep, em “O DIABO VESTE PRADA” apareceu na telona desfilando seus cabelos totalmente brancos, nós mulheres ganhamos esse álibi para deixar de lado o disfarce do cabelo branco.

No filme, a personagem de Meryl Streep é chic e poderosa, uma empresária muito bem resolvida. Os cabelos brancos completam o seu perfil de arrogância e prepotência.
O que quero dizer é que não precisamos ser nenhuma Meryl Streep para desfilarmos por aí nossos fios virgens. É uma questão de atitude, de podermos nos sentir mulheres realizadas e plenas cada uma dentro de seu habitat natural. E podermos olhar no espelho e nos gostar do jeito que somos, sem preconceitos e sem nos sentirmos agressoras simplesmente porque nos mostramos sem disfarce .
Eu tinha definido que aos 60 anos tomaria a atitude radical de assumir meus fios brancos sem medos e neuras. Agora já não sei mais se assumirei aos 70 ou aos 80.
Afinal, quando é que a velhice começa?

Quero um dia poder dizer com a certeza de que estou realmente reproduzindo aquilo que aparento:

“Respeite meus cabelos brancos!”






5 comentários:

  1. Nem me fala neles. Um horror essa de tintura e mais tintura pra escondê-los, mas ainda não assumi ficar branca , sen~]ao fico uma caveira,rs bjs,chica

    ResponderExcluir
  2. Ah dúvida cruel , não é mesmo Chica?

    ResponderExcluir
  3. Eh...eh...eh...

    Edite, eu pinto meus cabelos todos os meses e descobri um batom para cabelos maravilhoso!!!!

    Quando o cabelo começa a ficar branco eu vou usando o batom até chegar a hora de pintar novamente.

    ResponderExcluir


  4. Ana, querida que bom te "ver" aqui. . Seja bem vinda.
    Quanto ao texto, ah Ana, um dia crio coragem e assumo meus "branquinhos" ..kkkkk
    Vou ser "crucificada" por isso, mas tanta tintura cansa....Quero meus fios "virgens'
    Será que consigo? rssss . até eu duvido. Já fiquei escrava da coloração rsrs

    ResponderExcluir
  5. Eu estou assumindo meus cabelos brancos..esse mês não pintei e ontem cortei bem curtinho, e assim assumirei de vez o cabelo branco...chega de tinta!!!!

    ResponderExcluir