sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Deixe a vida florescer...

...como os jardins

Que manhãs frias temos atravessado durante essa semana.!Este tempo está mesmo nos desafiando!. Uma loucura! Primavera com cara de inverno!
Um vento gelado que aumenta a sensação de frio! Garoa... nebulosidade...
Tempo nada propício para  se colocar em ocupações de jardinagem a céu aberto.
Mais é justamente nessas manhãs que eu me sinto mais energizada após minha sessão de hidroginástica.
Esta é uma das vantagens de se fazer as atividades físicas logo pela manhã. Elas funcionam como complementos vitamínicos.
E foi numa dessas manhãs frias e ventosas que ao voltar para casa me dispus a colocar em ordem aquele canteiro que me incomodava há dias.
Sabe, quando você vai fazer a rega diária, arranca uma graminha aqui, outra li mas sente a necessidade de um cuidado mais aprimorado?
Mais vai protelando... Quando se dá conta, não dá mais para adiar: as ervas daninhas estão sufocando as plantas, galhos audaciosos se cruzam ocupando espaço alheio.
Então, é hora da limpeza, da capina, da poda. Hora de deixar o terreno livre das ervas daninhas. 
Um trabalho necessário para que tudo floresça normalmente e a seu tempo.
Como na vida, onde é preciso um olhar atento e minucioso para perceber as alterações a serem feitas para que ela floresça sempre e naturalmente como os jardins.



O jardim e a vida. Há uma certa conexão entre eles. Ambos precisam viver o tempo das esperas. . Um itinerário natural que resulta num reflorescimento”
Enquanto as sementes cumprem o destino vegetal de florirem a seu tempo, o mesmo acontece com o ser humano ao trabalhar suas emoções permitindo que a vida vá reencontrando espaços no seu coração”


Nunca se esqueça de que o que é bom para um tipo de flor, pode representar a morte para outro. Pessoas também são assim. Aprendendo a lidar com as flores, você ficará muito mais aguçado e perspicaz com os humanos..”

Essas são alguns trechos de Pe Fábio de Melo em seu Livro “Tempo De Esperas”

Um livro que através do colóquio entre dois amigos nos dá ferramentas para compreender questões que intrigam a todos nós: Amor, perda, o que é a felicidade, sucesso profissional e vaidades”

vale a pena conferir!
Não se trata de livro de auto ajuda, muito menos catequização.
Trata-se do florescimento humano.


Post relacionado


7 comentários:

  1. Temos que cuidar nossos "canteiros" Lindo texto e trechos! beijos,lindo fds!chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A natureza sempre nos trazendo lições... bjs

      Excluir
  2. Tanta coisa boa pra gente ponderar após ler seu post... amanhã voltarei aqui. Agora deixo Camões... li ontem, depois de te visitar e clicar aqui e acolá dei com um blog bonito e li "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades; muda-se o ser, muda-se a confiança; todo o mundo é composto de mudança, tomando sempre novas qualidades.” ―Camões

    Pelo menos é o que devemos esperar do resultado das mudanças: tomar sempre novas qualidades...

    ResponderExcluir
  3. Bonitos dizefez Paz. Alias , Camoes é inspiração.
    As mudancas estao ai e precisamos nos adequar a elas sem perder nossa essência.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde de sábado!!!!

    Agradeço sua visita tão carinhosa
    e desejo sempre o melhor pra vc
    tenha um final de semana cheio de alegria com esse post divino, que
    sempre enche nossos olhos de muita
    alegria bjussss

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  5. Vim agradecer sua visita e estou gostando muito do seu cantinho. Vou ficar por aqui... tem tanto que ler! Gosto muito do Padre Fábio de Melo. Beijos e um ótimo Domingo pra vc.
    Lita

    ResponderExcluir
  6. Oi Edite querida

    Fiquei muito feliz com tua visita. Seus blogs são todos lindos... Visitei os três e achei maravilhosos. Lindo trabalho viu...
    Espero estar sempre por aqui.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir