terça-feira, 27 de janeiro de 2015

O reverso da moeda



 Uma crônica escrita baseada em fatos reais  e que vem  mostrar a situação de tantas mães ou mesmo famílias inteiras  que ignoram  o outro lado da personalidade dos filhos . Educam , fazem tudo com amor , na certeza de que estão formando bons elementos , cidadãos conscientes de seu papel na sociedade e de repente são surpreendidos com uma outra faceta que até então desconheciam. 
Eu confesso , que me emocionei ao ver o desespero dessa mãe tão confiante dos valores que julgava ter passado a seu filho. E agora, tudo ruído!
Muito triste vê-la se lamentando , indagando o porquê de tal situação , quando pensara estar colocando nas mãos do filho um diploma de honra ao mérito e não uma arma . sequestro ! 
Meu Deus !Sequestro, crime hediondo . Sabemos lá  quanto tempo esse rapaz irá ficar atrás das grades. Terá tempo suficiente para amargar as lições e os conselhos que a mãe lhe deu e que insanamente ignorou.

************************************************************************ 
 

Onde foi que errei?

O dia de trabalho fora como qualquer outro. Levantar muito cedo , pegar a condução, alguns quarteirões a pé e chegaria ao trabalho.

Uma rotina à qual já se acostumara. Mas sentia- se realizada . Muito trabalho , mas também muito boa vontade , esforço e dedicação. É claro que às vezes batia o cansaço , o desânimo e a sensação de que estava difícil demais . Mas, dentro de si uma força sobrenatural. Um entusiasmo que a tudo vencia . Era como uma mola propulsora . Funcionava como uma bateria de energia inesgotável que a mantinha sempre alerta , sempre pronta a enfrentar qualquer dificuldade que porventura surgisse.

O filho? Ah , o filho era a razão de sua motivação pelas conquistas já alcançadas. O filho era seu orgulho! Trabalhara duro para educá-lo , mantê-lo na escola e agora a realização de algo que toda mãe sonha : Ver o filho bem encaminhado na vida , seja ele doutor ou um mero operário , Queria -o trabalhador , honesto cumpridor de seus deveres como sempre lhe ensinou . E por fim , o casamento , a constituição de uma família que lhe daria netos , perpetuando a espécie com orgulho.

De família pobre , mas honestos , gente de bem , cultivando valores nobres tão difíceis de encontrar nos dias de hoje .!

Um sonho pequeno podem pensar , mas grande para quem sabe que a escalada até ele muitas vezes se mostrou interceptada por caminhos íngremes.

Mas estava feliz! Vencera! O casamento do filho já estava marcado. A noiva era uma boa moça, também pobre , mas rica em outras qualidades.


Em meio a esses devaneios , o telefone toca :

É da polícia, avisa a voz do outro lado da linha . Seu filho está aqui conosco ! Ele foi preso!”

A mãe , o coração apertado , mas cheio de esperança : “Como? Deve haver um engano ! Meu filho é trabalhador ! Meu filho não é bandido !”

Mas a voz insiste : "Seu filho foi preso por sequestro relâmpago. Precisamos de sua presença na Delegacia" .

Tudo a seu redor gira. A visão escurece, o chão parece fugir a seus pés . "Meu filho ! Não, não pode ser . Meu filho está de casamento marcado! Meu filho é um bom rapaz!"

É preciso muita força para não desmoronar. Não agora ! O filho precisa dela ! Tudo há de se esclarecer !

Já na Delegacia, a realidade comprovada : Seu filho fizera mesmo uma vítima de sequestro à mão armada . Rodopiara com ela por várias agências e fizera saques ilimitados . Réu primário, ou teria já outras práticas no currículo que não teriam sido denunciadas?As investigações é que dirão. Mas , desta vez a casa caiu , para desespero da mãe e infelicidade do filho,que como um bebê chorão , já algemado suplicava à mãe : "Mãe, eu te amo! Não me esquece !"

E a mãe , ainda tentando absorver aquilo tudo : "Filho , porquê meu filho? Você não precisava disso !Você tem uma noiva , ia se casar , esqueceu ? Meu filho, o que te faltava? Onde foi que errei ?
Um último pedido :

-Não me esquece , mãe!!!





9 comentários:

  1. Oi Edite! Eu vejo essas coisas e, apesar de não ser mãe, meu coração fica em pedaços! Os apelos do mundo estão cada vez mais forte... as coisas parecem fáceis... com um mês de trabalho você recebe um salário mínimo; num sequestro relâmpago você consegue faturar mil reais... numa viagem com drogas, a vantagem é ainda maior... e isso adormece a consciência dos jovens! É muito triste... bjks Tetê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Tet^são tantas as ofertas e facilidades que permeiam por caminhos errados , mas que contagiam até mesmo aqueles mais avisados . Bjs

      Excluir
  2. Puxa!Que forte e emocionante isso!E como acontece!!! Faz pensar!! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  3. Lendo o texto e pensando em Chico Buarque em O Meu Guri
    https://www.youtube.com/watch?v=3wQwBoCo-j4
    Paz... e um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Oi Edite! Sempre pensamos que um bom começo leva também a um final feliz. E nem sempre é o que acontece. São muitas provações que nos desaprovam. Beijo! Renata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o mundo do lado de cá com suas pseudo facilidades e ofertas irrecusáveis para muitos . Abcs

      Excluir
  5. Um texto forte e reflexivo! Os filhos crescem e fazem as suas escolhas...
    Um abraço, Edite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As escolhas dos filhos nem sempre estão e acordo com aquilo que ensinamos . Abcs

      Excluir
  6. Oi querida amiga, lindo post!
    Vim lhe desejar uma excelente semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir