quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

HONESTIDADE , um valor em extinção





Esta semana  a mídia trouxe uma notícia que deixou boquiabertos alguns daqueles que dela tomaram conhecimento:

" Uma comerciante a caminho da lotérica para fazer um pagamento , encontrou  pelo caminho uma conta de IPVA com o dinheiro contado em um envelope para o pagamento. Não titubeou : aproveitou que já estava a caminho da lotérica e fez o pagamento da conta encontrada.. E ainda guardou o troco (  2 , dois reais ) para devolver ao dono caso o encontrasse. Aliás, tinha já em mente como encontrá-lo, usando a facilidade de comunicação das redes sociais."

E assim aconteceu ! Notícia postada , pessoa encontrada e  agradecida !
O encontro foi alegre , efusivo e reconhecido
 A mídia , claro, ao tomar conhecimento do ocorrido , fez o maior estardalhaço.

"Imagina ! Nossa ! Oh , difícil encontrar pessoas honestas assim nos dias de hoje . Seria mais comum se tivessem surrupiado o dinheiro e desaparecido no tempo . Afinal, quem ficaria sabendo ?"

O episódio comoveu os moradores da região de Jaboticabal.  Presenciando nos dias de hoje , extorsões de todos os lados , gente se beneficiando do que não é  seu , administrando em benefício próprio. A ânsia pelo poder , pelo enriquecimento ilícito tomou conta de tantos daqueles que deveriam ser o exemplo. As pessoas parecem não mais conhecer critérios do que é certo ou errado .Pilantragem virou sinonimo de esperteza . "O mundo é dos espertos" , dizem alguns mais efusivos.

Mas  Rosângela , a faxineira "honesta " dá um banho de "honestidade" a todos que se julgam os "espertalhões ", e rebate :

" Não fiz mais do que minha obrigação. Não era meu, era dela o dinheiro, era daquele boleto. Eu só fiz o favor de ir lá e pagar prá ela .Eu acho que não fiz nada demais e até estou surpresa com a repercussão , porque não me custou nada .Minha  CONSCIÊNCIA está tranquila " , assim ela explicou.



Toda essa história da vida real me fez lembrar esses versos de Rui Barbosa

"De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver prosperar a desonra,
de tanto ver crescer a injustiça,
de tanto ver agigantarem-se os poderes
nas mãos dos maus,
o homem chega a desanimar da virtude,
A rir-se da honra,
a ter vergonha de ser honesto"




Veja notícia completa aqui :







2 comentários:

  1. Tão em extinção que gestos normais são assim tratados, como heroinas,né?n bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, querida Edite!
    Um belo exemplo a se seguir nos dias tão conturbados em termos de honestidade nos dias de hoje... muito boa a postagem!
    Bjm muito fraterno e um abençoado 2017!

    ResponderExcluir