domingo, 9 de julho de 2017

Resenha do livro : COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ


Um livro tão envolvente e que foge de tudo quanto é enredo de livros que li até aqui. Claro , não podia faltar uma história de amor que prendesse o leitor . Mas o que mais me chamou a atenção foi a situação surpreendente e inusitada que levou este amor acontecer . Tudo poderia ter culminado em uma simples desistência de Louisa Clark , a personagem ,ou então uma antipatia pelo seu então coadjuvante,  um “não preciso passar por essas humilhações” para ter um emprego.

E ela até que tentou escapulir , ou melhor, fugir desse emprego que a princípio não lhe acrescentava nada , não a permitia expor sua poucas ou quase nada de habilidades como cuidadora de um tetraplégico. Mas a situação econômica em casa exigia uma renda complementar . 

Ao se ver desempregada de um café onde trabalhava como garçonete , Louisa Clark, 26 anos,não se imaginava fazendo outra coisa . Gostava do café onde trabalhava . Não exigia grandes habilidades , era simpática com os fregueses e todos gostavam dela . Ganhava pouco , mas se conformava com a vidinha pequena,o que mais tarde levou Will , o tetraplégico a visualizar novos horizontes ,estimulando-a a sair daquela mesmice, desvendar novos horizontes , explorar novas possibilidades

Por isso a sua resistência em aceitar o novo emprego que apareceu . Preferia aguardar que um novo emprego semelhante ao outro aparecesse . Algo simples , que não mudasse muito a sua rotina. Interiormente , Louisa deixa perceber seu ressentimento em ser quase o esteio da casa onde morava com a mãe e o pai desempregado , a irmã mais nova com um filho de 5 anos e o avô também já velho e doente , com sequelas graves de esclerose.

A entrevista de Lou com a juiza Camila Traynor, mãe de Will , foi desastrosa, e cômica tal como é descrita pela autora . Louisa é estabanada , tem gostos de moda duvidosos e já na primeira entrevista se vê numa situação embaraçosa e hilária . Mas o que Louisa não sabia era que justamente por sua falta de experiência seria contratada . A família estava em suspense diante da decisao trágica que Will havia tomado , cujo prazo espiraria dentro dos próximos seis meses.

O primeiro encontro com Will foi horrível . Ele, um jovem de 32 anos era mal humorado , sarcástico e amargurado . Atitude típica de um jovem rico, viajado, inteligente , próspero nos negócios , adepto de esportes radicais e que há dois anos tivera sua vida praticamente ceifada por conta de um atropelamento de moto . 

O trecho em que casualmente ele fala sobre isso é doloroso de “ouvir”. Para Lou, uma fatalidade irreversível que toca também o coração do leitor . Para Will , o fim dos sonhos , o desejo que o dia não amanhecesse nunca!
Ao observar umas fotos de Will num painel à sua frente , onde mostrava Will praticando esportes radicais ,ele observa seu olhar indagador e nostalgiamente lhe diz que não foi "assim" seu acidente . Mas , que fora vítima de um acidente de moto onde “ele não era o motorista”e sim o pedestre . Uma fatalidade que o excluiu praticamente do mundo dos vivos , assim ele pensava .

E era esse o objetivo de Camila Traynor ao contratar Lou : que ela o trouxesse de volta ao mundo dos vivos . Que ela o fizesse ver que a vida apesar de ter sido cruel com ele , ainda poderia lhe proporcionar alguns prazeres,que ele encontraria novamente uma razão para viver e que valia a pena estar vivo ... .

A princípio , Lou detestou Will. Ele é rude e grosseiro , e fazia de tudo para tornar a sua vida bem mais difícil a seu lado, apesar de tentar sempre se mostrar prestativa . .Houve momentos em que Lou pensou em desistir . Sua primeira vitória foi ter convencido Will a cortar o cabelo e fazer a barba, já de alguns meses. 

A barba o cabelo grande demais era o disfarce que ele usava como numa rebeldia e atrás dos quais ele procurava se esconder e denotava todo seu desdem pela vida e tudo mais ao seu redor. Com sua meiguiçe e sua perspicácia respondendo com humor às tiradas sarcásticas de Will ,ela fez sua barba e cabelo com maestria de uma verdadeira profissional , deixando-o satisfeito e feliz pelo menos naquele momento .

Aos poucos um vai entrando na vida do outro . Will começa ver nos gestos carinhosos de Louisa algo grande sem interesse , algo que é natural nela . Ela é bem diferente de outras pessoas com quem conviveu, inclusive de sua ex-noiva que um belo dia aparece para anunciar seu noivado com seu melhor amigo . Will finge ter aceitado com naturalidade , mas percebe-se pela descrição da autora , sua decepção com pessoas que deveriam estar a seu lado e agora o traiam cinicamente.

Aos poucos ambos vão se conhecendo melhor . Will admirando aquela pequena pela sua simplicidade e autenticidade e Lou empenhada em lhe mostrar um outro lado da vida . Lou é divertida e Will se diverte com a simplicidade dela . Seus modos simples , seus parcos conhecimentos , seus gostos duvidosos ao se vestir acabam por atraí-lo

Ela consegue fazê-lo voltar a sorrir , a rir de coisas bobas e banais , tanto que em certo momento ele lhe diz :”Você é a unica coisa boa que me faz querer levantar da cama todos os dias” . Os dois se completam : Lou lhe mostra as coisas simples da vida e Will lhe fala das possibilidades que ela tem de crescer mais em conhecimento , cultura , podendo ir muito mais além do pequeno mundo em que vive.

E a trama continua envolvente , que o leitor não gostaria de interromper sua leitura antes de chegar ao clímax “ e viveram felizes para sempre “. Foi aí que me enganei , e acredito que muitos leitores também. Há relatos de muitos que disseram se debulhar em lágrimas ao perceber para onde se dirigia o final do romance .
Eu , confesso , não chorei externamente . Mas meu coração ficou apertadinho à medida que suspeitava que realmente iria acontecer aquilo que eu também não queria acreditar. .

Mas tive que compreender Will! Tive que compreender Lou ! Assim como seus pais também tiveram que compreendê-lo e aceitar sua decisão final. . Um amor assim , só se vive uma vez ,o que fica é a saudade e as boas lembranças de algo que jamais se repetirá …

Um amor que ensina...um amor que doa … um amor que renuncia …

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Bem ,espero ter despertado o interesse do leitor , com essa resenha . Já faz uns dois meses que li o livro , mas sentia-me sem condições emocionais de fazer a resenha . Já havia feito vários ensaios , sem conseguir palavras que expressassem o que realmente vai no livro , um misto de romance ,humor , e drama . Mas , muito envolvente . Tenho certeza que pelo menos despertei sua curiosidade . O filme já foi lançado. Vi algumas cenas em vídeo no Yotube e fiquei curiosíssima em assistí-lo . Mas , recomendo que leiam primeiro o livro , as cenas são mais detalhadas e algumas cenas que considero importante podem sido excluídas do filme , como sempre acontece.

No próximo post vou publicar algumas frases importantes que trazem belas mensagens do livro :

COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ!




Nenhum comentário:

Postar um comentário