sábado, 3 de novembro de 2018

Horário de verão : Odeeeioooo....

5, 4, 3, 2, 1......

E já é horário de verão . Quem não adiantou o relógio , que se apresse . Uma hora a menos no nosso final de semana . Uma hora que fará falta , pelo menos prá mim , que não me acostumo nunca com esse famigerado horário .
Um adiantamento no relógio que agrada a muitos , mas que também complica a vida de muita gente .



 E o pessoal do ENEM, realizando as provas justo no primeiro dia do horário de verão ?! . Imagino o estresse desses estudantes que normalmente já vão para as provas em adiantado nível de ansiedade e nervosismo . 

"Com a confirmação de que o horário de verão começará no primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), no dia 4 de Novembro, a recomendação é que os estudantes entrem no ritmo do novo horário, dormindo uma hora mais cedo, cerca de uma semana antes, para não serem prejudicados na hora da prova.
A gente orienta os alunos a três, quatro dias antes do ENEM, começarem a ajustar horário do sono. Uma coisa é chegar nervoso, outra é chegar cansado”, diz o professor de língua portuguesa do Colégio Único, Marcelo Freire.

Todos os anos sempre ouvimos alguns casos de atrasos na chegada , portões quase fechando e outros estudantes que dão de cara com o portão fechado por segundos de atraso . Uma correria só !!!

Amanha , então ? ou melhor , HOJE!  Sinceramente espero que tenham um bom desempenho , apesar da "uma hora a menos de sono ",que gera cansaço, irritabilidade, mau humor e certamente refletirá  na avaliação das questões.


Pesquisas mostram que o tal horário,  apesar de ter sido adotado por uma boa causa: economia de energia em horários de pico, causam mais mal à saúde do que o benefício gerado com a tal economia de energia elétrica.


Para saúde, a situação ainda piora. “O organismo fica completamente desequilibrado. Estudos apontam sintomas indesejados como dores de cabeça, aumento da fadiga, taquicardia, diminuição de rendimento nos estudos e no trabalho, principalmente em pessoas com mais idade”,

Quem assim se pronuncia é o parlamentar Valdir Collato , autor do projeto de lei que quer a extinção do horário de verão:

Projeto de lei quer o fim do Horário de Verão

Chapecó 10/10/2016 – Em tramitação na Câmara dos Deputados, o projeto de lei 397/2007, de autoria do deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC), quer extinguir o horário de verão. Neste ano, os relógios serão adiantados em uma hora na virada do dia 16 para 17 de outubro nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste e permanecerá até 19 de fevereiro de 2017.

 “Mais uma vez se prejudica a saúde das pessoas com uma medida de pouco ganho na economia do país”, destaca o autor do PL.
Conforme o parlamentar, os trabalhadores rurais são os que mais relatam as consequências do horário diferenciado. O desconforto que a adoção deste horário acarreta é experimentado por todos que são obrigados a acordar mais cedo, incluindo as crianças em idade escolar
Uma das medidas propostas pelo parlamentar e que pode solucionar o alto consumo de energia é o desenvolvimento de ações permanentes do governo que possam orientar e educar a população brasileira sobre o uso consciente de energia nos horários de ponta, das 18 horas às 21 horas.

Atualmente, a proposição de autoria do deputado Valdir Colatto está na Comissão de Seguridade Social e Família. Se aprovado, segue para as Comissões de Minas e Energia e Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.

Eu venho ouvindo falar sobre esse tal projeto de Lei , já há alguns anos . Mas ele nunca sai do papel .
Enquanto esse dia não chega,  vamos ficando iludidos com os benefícios da noite estendida,nos acostumando com o desconforto do dia , acordando com as galinhas... e torcendo para Fevereiro chegar...



Já "acertou" seu relógio ?






Encontros e desencontros : Uma dor pungente

CORAÇÃO SOFRIDO



Hoje eu preciso escrever e falar da dor que vai aqui dentro do meu peito . Uma dor que há anos me machuca, mas que eu procuro disfarçar protegendo-me como posso , ultimamente fazendo-me ausente da presença de minha filha . Era tanto o sofrimento por  ela a mim impingido , que carcomida por dentro , ralada e esfolada por fora resolvi dar um basta . Se antes eu procurava entendê-la , oferecia-lhe minha amizade e afeto de mãe , procurava fazer-me presente, mais eu entendia que minha presença a irritava . Pior ainda , a fazia ficar colérica e agressiva contra minha pessoa . 

Muitas aproximações tentei . Em nenhuma fui aceita . Enquanto eu procurava entendê-la e fazer-me compreender , mais nos distanciávamos , Tivemos contendas e discussões inimagináveis entre mãe e filha .
Quando um relacionamento entre mãe e filha vai se tornando difícil , esbarramos em limites
intransponíveis . Sentimos que a ruptura é inevitável .

Procurei ajuda de psicólogos e psicoterapeutas na tentativa de buscar uma solução para nosso relacionamento . E tudo que ouvi diante do que foi relatado é que ela talvez possa ter TPB : transtorno de personalidade “borderline”,  e o foco de sua ira é descarregado em mim. Ela , segundo esses terapeutas é quem precisa de uma terapia para resolver seu relacionamento comigo .

Tive minha filha aos 30 anos , já madura . Foi uma gravidez dentro da normalidade , eu optei pela segunda gravidez após 6 anos e meio , idade que tinha meu filho mais velho na época de seu nascimento . Foi um bebê esperado e muito amado . Quando soube que era uma menina fiquei feliz , imaginei nossa amizade , nossas confidências e segredos ao pé do ouvido . Nosso companheirismo... Pensei em sermos mais que mãe e filha …

Desde pequena teve personalidade forte , ao mesmo tempo em que demonstrava insegurança e timidez diante de outros . Uma infância entre pequenos conflitos familiares , coisa que tantas outras crianças também passam e sabem conviver bem com eles ., assim como meu outro filho que é excelente, muito afetivo e preocupado comigo .

Chegou a pré adolescência e eu até hoje espero que ela saia da crise adolescente . Não houve crescimento interior , não houve maturidade . Hoje ela , mãe de duas crianças de 5 e 7 anos continua uma ameaça à minha paz e tranquilidade.

Agora ela é uma mulher madura . Lutei anos para conquistar sua confiança e amizade , para ficarmos juntas , mas houve um momento em que precisei dizer “BASTA”!

Sempre houve momentos difíceis , mas procurei superá-los todos . Rendendo-me aos seus caprichos , às suas falsas verdades e interpretações dos fatos .
Depois de tantas tentativas frustradas, muitas lágrimas e agressões , percebi que o melhor seria a gente se afastar . Aliás, afastar mais o quê , a separação já estava praticamente selada . Só faltava eu me conscientizar dela .

Há uns três anos ela vem à minha casa , mas não fala comigo . Só vejo as crianças quando ela os traz aqui. Não deixa que eu fale com eles por telefone e nem por vídeo . Hoje mesmo ela se negou a deixar-me vê-los . Maria Eduarda , sofreu uma pequena queda na escola e fraturou a clavícula . Queria vê-la , demonstrar-lhe meu afeto de avó . Conversar com ela , com o Lucas . Ouvir suas vozes e ver seus rostinhos sorridentes . Mas , nem isso me é dado o prazer . Minha presença de avó está vetada.

Não consigo compreender tamanha dureza de coração . Não consigo imaginar em que momento da vida a feri tanto assim a ponto de gerar esse excesso de desprezo e ódio contra minha pessoa .
Em que esquina nos perdemos .Em que rua vamos nos encontrar,  se é que um dia isso seja possível . Coração de mãe é sempre generoso ,mesmo dolorido .E já disse várias vezes que no dia em que ela resolver me acolher de coração , eu estarei aqui como sempre estive , apenas me afastei para evitar maiores sofrimentos .

Somos duas mulheres , vítimas das circunstâncias da vida . Duas mulheres que não se entendem , apesar das frustradas tentativas . 
Culpados ? Quem somos nós para apontar o dedo uma à outra . Tudo virou uma bola de neve. Razões que o coração desconhece  . O que precisamos é saber contornar as possíveis mágoas e colocar o amor materno e filial à frente de tudo . Eu fico à espera de que esse dia aconteça , antes mesmo que eu dessa terra me despeça .

Lamento que nossa relação tenha chegado a esse ponto , mas não posso impor minha presença , muito menos obrigá-la a me amar ou me aceitar como mãe .



Este é o salmo que mais tenho repetido todos os dias 


sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Finados : Dia de Saudosa recordação

 


Senhor, para os que crêem em Vós , a vida não é tirada , mas transformada .

A dor da perda não é só um momento passageiro, mas é algo que entra e começa a fazer parte da nossa história e nunca o vazio deixado por alguém poderá ser preenchido. É sempre vazio. Para nós, que temos fé, o nosso olhar se levanta para o céu, onde será a nossa morada eterna e onde todos nos reuniremos na grande família do céu onde, como a Igreja reza, não haverá mais choro e nem tristeza porque a visão de Deus preencherá o nosso coração.


O desejo de ver os que nós amamos, de estar com eles, é permanente. Por isso a Igreja teve sempre um amor muito grande para com os mortos e nos convida a nos unirmos em oração pelos nossos entes queridos buscando paz e esperança . Em nosso coração deve sempre ser evidenciada  a certeza de "somos pó e ao pó voltaremos "Nada mais restará da matéria que será substituída pelo prêmio eterno preceituado de acordo com nossos méritos .


O amor, quando é verdadeiro, não morre com a morte, ele continua presente em nós. A fidelidade não é passageira, ela, mesmo aqui na terra, tem o sabor da eternidade. O dia de Finados  não é para mim dia de tristeza e nem dia de amargas recordações, mas sim o dia da esperança, onde espiritualmente me uno a tantas pessoas que me precederam para com elas agradecer a Deus o dom da vida aqui e o dom da vida eterna. O nosso corpo, semente de vida, dorme esperando o dia em que será chamado para acordar para sempre e louvar a Deus com cânticos novos.



Oremos pelos nossos entes queridos que já se foram , nos precederam à morada eterna, junto de Deus . Orar por eles é buscar uma maior aproximação e sentir o abraço fraterno de quando estávamos juntos . 

 A eles presto homenagem no dia de hoje , dedicando um tempo em orações e buscando recuperar a saudade da presença física , mas na certeza de que a vida eterna é para todos . E, conforme está escrito , um dia nos encontraremos .




DESCANSEM EM PAZ !

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Enfim, Novembro!!!





E chega Novembro enchendo nossos pulmões com novos ares a anunciar novas promessas , muito a esperar , muitos sonhos e desejos ocultos .

Mais um mês que se inicia ao mesmo tempo em que anuncia que o fim do ano está próximo . Que venha Novembro e me surpreenda sim , mas com boas e alegres notícias . Leve prá longe o restinho de tristeza,  saldo do mês de Outubro que no geral não considero com um dos melhores .

Outubro foi um Mês muito tumultuado pelas questões políticas , cheio de dúvidas e anseios sobre os rumos da nação . E como se já não bastasse toda essa confusão na mídia , redes sociais e televisivas , particularmente trouxe nuvens escuras em meu seio familiar . ´

A morte sempre nos assusta em qualquer situação . Somos seres viventes e finitos .Sabemos que um dia partiremos , a terra não é nossa eterna morada. Mas , quando a morte chega assim abruptamente sem mandar recado , ficamos a princípio anestesiados para logo depois passar ao grau de incredulidade e revolta. Nossa mente se recusa a entender e aceitar a crueldade dos dias em que estamos vivendo .

Por todo o ocorrido , pela dor da perda que tivemos no final do mês de Outubro , o que eu mais desejo é que Novembro chegue trazendo leveza, amenizando os sofrimentos acumulados  e preparando nossos corações e nossa mente para o ano que se iniciará em breve!

Que Novembro  traga mais alegria,  traga ideias novas ,  traga sorrisos! Que leve embora toda essa tristeza, essa confusão, essa angústia... 

Que esse novo mês seja melhor que os outros meses, que as brigas cessem, que a felicidade reine e que tudo de bom aconteça. Que em Novembro o encerramento do ano comece com muita alegria.


Que a esperança nunca morra e a fé se renove a cada manhã na presença de Deus que não nos abandona nunca.


Seja bem-vindo Novembro, com o fôlego de vida, com a justiça, a bonança, com o verde e todas as outras cores, nos traga o que Outubro nos levou e nada nos acrescentou, e nos preencha com a força do amor e do perdão.

AMÉM!