sábado, 2 de agosto de 2014

Crônica do mês de julho.


E julho chegou ao fim. 
Caracterizado pelos dias frios e manhãs nubladas próprias da estação, acredito que não vai deixar muita saudade.
A proximidade do mês de agosto traz um certo conforto, na perspectiva de dias mais quentes e agradáveis.
Mas nem só de frio se vive em julho. Porque como em todas as estações, o inverno tem lá suas belezas. 

E o mês de julho não deixou de mostrar também seu lado belo através da natureza que sempre traz um "quê" de primavera.
. Vi muito céu azulado. Tão azul que mais parecia ter ali se derramado um balde de água de anil que o frio das alturas congelou...
Contrastando com o céu de anil vi florescer meu manacá com sua beleza branca , rósea e lilás desafiando o céu azul e atraindo as mamangavas que afoitamente cuidavam da polinização.



 Eucaliptos altaneiros em seu verde intenso querendo tocar o céu azul



Ipês florescendo em meio à rusticidade do inverno


Primaveras anunciando que sempre haverá "primavera" ,  mesmo diante do inverno mais rigoroso

E em meio a essa beleza  vi também o esmaecer de "uma flor"  que a cada dia perdia sua sua cor, sua força sua vida... Uma "flor" que já cansada pela produção intensa,sofrida pela exposição às intempéries acabou por perder o vigor e da vida está a se despedir... 


Uma flor que ainda resiste à rigorosidade de seu inverno e nos  faz sentir literalmente o finalizar das estações...

Assim é a vida: dias floridos, outros ensolarados ou nublados e outros muito frios...
Dias sem sol, dias em que sentimos a vida escapulir...
Mãe, aconteça o que acontecer , você será sempre uma "flor viva" em nosso coração!






9 comentários:

  1. Edite,que bonito seu texto a começar com o manacá tão florido! E mostra o ciclo da vida,num vai e vem que não podemos controlar. Uma linda msg! bjs e bom fim de semana,

    ResponderExcluir
  2. Oi Edite,
    Muito bonita sua crônica,
    com importantes e emocionantes analogias...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Edite,
    Fechei a caixa de comentários para não constranger os visitantes
    Tem pessoas que se sentem mal em comentar postagens muito fortes.
    A primavera ainda resiste em ficar
    Linda postagens
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Dorli, é o tipo de postagem que diz que ainda há pessoas que ainda não tratam as atrocidades que temos presenciado de forma banal. Estão atentas preocupadas e procuraM LEVAR UM POUCO DE LUZ A LUGARES OBSCURECIDOS.

      Excluir
    2. completando, parabéns pelo post. Não podemos ficar indiferentes aos acontecimentos dessa natureza.Bjs.

      Excluir
  4. Realmente, amiga Edite, a primavera é uma estação maravilhosa. É a festa da natureza com a dança das cores. Não poderia de forma alguma desprezar a primavera, mas eu gosto do inverno, e de inverno bem frio. Este ano, nosso inverno aqui em Porto Alegre está deixando muito a desejar. Tenho brincado que este é um inverno sem inverno. Até tem feito um pouco de frio, mas de forma descontinua. A temperatura cai, mas dois ou três dias volta a subir. Ontem, por exemplo, fez 30 graus durante a tarde. Até agora, em poucos dias a temperatura foi inferior a 10 graus, sendo que nos invernos regulares, a temperatura aqui, nos dias mais frios, baixa a 3, 4, 5 graus. O lado positivo disso é que as pessoas mais carentes e os moradores de rua sofrem menos em invernos assim.
    UM abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Dilmar, sempre haverá primavera, mesmo quando a natureza insiste em mostrar seu lado cinzento e sombrio.

      Excluir
  5. oi Edite

    Que venha agosto com muitas bençãos sobre as nossas vidas =)

    ResponderExcluir
  6. Tão lindo tudo,te ler, ver as flores e assim desejo que agosto seja lindo e feliz! bjs,chica

    ResponderExcluir