sábado, 25 de julho de 2015

Solidariedade





Certo dia , numa manhã chuvosa  e fria  , eu voltando da Academia resolvi fazer uma parada na igreja Matriz para alguns minutos diante do Santíssimo

Era quinta-feira, dia em que o Santíssimo fica exposto  durante o dia todo. Naquele dia chuvoso, se passasse direto , provavelmente  eu não voltaria . Ficaria em casa curtindo aquele dia chuvoso de forma bem descontraída e aconchegante.
Atravessei então a praça  rapidamente sem prestar muita atenção. Apressada como estava e embaixo da chuva só pensava em chegar logo à Igreja , onde iria durante  alguns minutos permanecer em adoração diante do Santíssimo.

Depois de dar alguns passos, quase já na porta da Igreja , “senti “ que parece que algo se movera enquanto  eu passava . Voltei-me  para trás e então vi um senhor que estava deitado sobre a calçada embaixo do monumento da Santa Ceia.
 Assim que notou meu  interesse por sua pessoa, o andante se levantou como se a querer dizer algo. 

De imediato  eu me  voltei novamente  e entrei logo  na Igreja. Mas meu coração indagava :
 “ Que fazia aquele homem apenas com uma mochila nas costas e um cobertor à mão  àquela hora da manhã fria e chuvosa , como se estivesse sem rumo ?
Meu  coração me dizia que precisava saber o que estava acontecendo. Precisava ouvi-lo, precisava ajudá-lo, pois ele parecia meio perdido.

 Ajoelhada então diante do Santíssimo pedi em oração: "Jesus , mostra-me como! Preciso ajudar aquele homem, mas de que maneira? Fala-me, Senhor Jesus !"
Fiquei ali ajoelhada apenas alguns minutos falando com Deus e saí decidida: iria abordar aquele homem e ver como poderia ajudá-lo. 

Mas ao chegar à praça, fiquei um pouco decepcionada. O homem havia ido embora. Bem, talvez aquele não fosse o momento. O Senhor por certo não desejava minha intervenção. Ou ,minhas preces não tinham sido ouvidas. Não conseguira passar a mensagem a Deus.  Minha  prece havia caído no vazio...

Resolvi que seguiria meu caminho . Mas , quando me volto para  mais uma vez lançar um olhar  pela praça vazia , eis que o vejo  surgir quase já bem próximo . . E vinha  em minha  direção.
Chamei-o  e  juntos fomos  para a entrada da Igreja , onde podíamos ficar protegidos da chuva

Ficamos  ali conversando durante alguns minutos que me permitiram conhecer uma parte da sua história . Seu destino era São Paulo .Iria em busca das filhas que lá moram . Havia sido assaltado na rodoviária de Sertanópolis. Estava apenas com os documentos , os quais me mostrou . O que me fez colocar mais crédito em sua história . Disse-me  até o nome das filhas , onde moravam e chorou quando mencionou as netas gêmeas Tainá e Tainara .

Havia chegado na noite anterior e uma alma boa lhe dera um prato de comida , um cobertor e a camisa que vestia . A cama foi o banco da rodoviária da cidade. Estava na praça desde bem cedinho e já tinha até entrado na igreja e participado da  missa das seis horas de toda quinta-feira.


  Verdade ? Não sei ! Tinha fundamento o que ele dizia, então preferi acreditar.

Mas ele precisava de uma passagem de ônibus que o levaria até Marília , onde iria procurar um abrigo . No abrigo, disse ele, vou estar em segurança e protegido . E eles me encaminharão ao meu destino.


Eu não tinha dinheiro ali comigo naquele momento , mas arranjei uma solução .
 Era preciso ajudá-lo a chegar pelo menos até o abrigo . 
Liguei para minha casa e pedi que minha funcionária viesse me encontrar. A igreja fica apenas a três quadras de minha casa, mas por segurança preferi que a ajuda viesse até mim .
Não achei recomendável conduzir a pessoa até minha casa . Apesar de tudo que conversamos , a credibilidade que botei na sua história  cautela nunca é demais .

Ao receber a ajuda que lhe permitia comprar sua passagem e alguns trocados para um lanche , ele ficou muito agradecido e a passos rápidos se dirigiu para a rodoviária . 









terça-feira, 21 de julho de 2015

Conhecendo a Flor de Jade

imagem de arquivo  fotografada em Garça



Deparar-me com essa  flor de rara beleza , considero uma descoberta inédita para mim.
Todos que passavam pela calçada paravam para admirar tão rara e admirável beleza.
Cachos de um colorido intenso  debruçavam sobre o muro como a  donzela debruçada na janela a chamar a atenção dos passantes .
Pela expressão e comentários de quem a contemplava, não era eu a única ignorante de tal espécime botânico.
Sedenta de informações recorri, claro, ao “papai Google”, donde me veio o nome de “FLOR DE JADE “
Jade é uma pedra azul esverdeada, vindo daí o nome  para o exemplar da planta com flores azuis esverdeadas  .
flores azuis esverdeadas semelhantes a cor da pedra jade
Mas a natureza é pródiga em nos surpreender  e nos presenteia 
 com exemplares de várias cores: branca , vermelha , azul esverdeado , verde

A planta Jade (Strongylodon macrobotrys) é originária das Filipinas e pertence à família das Leguminosas. Ela é do tipo trepadeira e pode ser utilizada para enfeitar jardins, caramanchões, varandas e casas.  Possui uma estrutura vigorosa , de ramos lenhosos e que podem  atingir ate 30 metros de altura. Mas comumente vemos exemplares de 9 metros de altura, consequente da poda para conter seu crescimento e deixá-la com estrutura mais leve.

Sua flor é bastante rara e bela, e surge aglomerada no fim do inverno ou início da primavera. Tem aspecto de garras invertidas e neste exemplar vermelho que fotografei , um colorido intenso  atrai olhares como
 se estivéssemos  hipnotizados por sua beleza.

 As mudas são feitas por estaquias ou alporquias e o solo para plantio exige ser rico em nutrientes  e boa adubação . Fornece sombra agradável o ano todo e seu polinizador natural é o beija-flor .

 Apesar de tê-la conhecido em sua exuberante beleza em pleno inverno e em dia  de frio intenso , seu cultivo é próprio para regiões de clima mais quente .



domingo, 19 de julho de 2015

FESTA DA CEREJEIRA/ 2015






Eu sempre tive muita vontade de conhecer a festa da cerejeira . E acreditem , embora esse maravilhoso evento da cultura japonesa aconteça a apenas uma hora de minha casa , eu ainda não conhecia . E olha que estão na vigésima nona edição!


Neste ano o evento ocorreu no início deste mês de julho. São apenas três dias de festa , mas onde tudo acontece com muita intensidade . A florada dura apenas uma semana  e tudo deve acontecer nesse período.

Tudo acontece ao lado do jardim das cerejeiras , árvores plantadas aqui em Garça já já mais de três décadas . Sua beleza atrai pessoas de diversos cantos da região para contemplar a florada.

Neste ano, o clima não colaborou muito não . Estava muito frio e chuvoso ,  mas mesmo assim tudo transcorreu conforme o programado : as danças orientais , a culinária japonesa , jogos , os passeios pelo  Lago Artificial J. K. Williams. , shows e uma grande praça de alimentação e de comércio variado, incluindo artigos orientais.
Não há como resistir a tantas barracas de guloseimas para atiçar nosso apetite.

 
não resisti e lá se vai um fondue...
Realmente é um evento recorde de visitantes . Este ano atingiu mais de 150 mil visitantes em três dias .

No domingo à tarde , já no último dia do evento , eu me armei de coragem para enfrentar o frio rigoroso e a previsão de mais chuva, e lá fomos nós . Eu e minhas duas irmãs que toparam fazer essa empreitada comigo.

O frio intenso e o vento gelado não foi suficiente para quebrar nosso entusiasmo .
 
e já que não vou ao Japão , nada me impede de "sonhar"....
 Realmente é uma festa que vale a pena participar . E prometi a mim mesma que , agora que conheço o caminho , não há quem me segure mais . Próxima festa ,” tamo junto “

Neste ano, as chuvas intensas tiraram um pouco a beleza das cerejeiras que se encontravam um pouco “caidinhas “ Mas ainda deu para  trazer algumas recordações em fotos .
 
aqui não resisti e trouxe umas mudinhas prá completar minha bancada de cactos



Um pouco de história e informação
A história das cerejeiras em Garça começou em 1979, quando Nelson Koshe Ichisato, trouxe as primeiras mudas de cerejeiras para o município. Nascido em Oshima, Yamagutiken, o sr. Nelson para matar as saudades do país de origem, durante anos visitou a florada das cerejeiras em Campos do Jordão, o encantamento foi tanto que decidiu trazer as mudas para cidade de Garça, onde morava.






No começo poucos acreditaram que o plantio de mudas no bosque desse certo. Cento e dez mudas foram plantadas em uma só vez e para sua tristeza, após o plantio choveu muito na região e várias mudas morreram. Mas, ele não desistiu. No ano seguinte, novas mudas foram plantadas. De lá para cá elas se tornaram responsáveis pelo mais belo parque de cores, que todo ano floresce encantando turistas que visitam a cidade apenas para admirar as flores.

Garça e região se rendem aos encantos da flor e a festa é hoje um dos eventos temáticos mais reconhecidos do País, fazendo parte do calendário turístico do Estado de São Paulo.







sexta-feira, 3 de julho de 2015

Festa de aniversário ? Só se for na selva ....

E hoje vou falar um pouco do meu principezinho, Lucas , que também acabou de completar 4 aninhos .
E já está um pequeno homenzinho . Inteligente , esperto e a cada dia faz uma nova descoberta na escolinha.   Desta vez quis que sua festa de aniversário fosse um verdadeiro zoológico !
 E com ares de quem sabe o que quer , pediu à mamãe que queria todos seus amiguinhos de classe para comemorar com ele .



 E vejam que corajoso esse meu garotinho ! Com ele é assim, a bicharada não tem vez ... derruba um tigre a unha ... rsrs




 E desta vez , vovô e vovó estiveram lá . Foi uma longa e cansativa viagem ! Mas a felicidade dos netos não tem preço.
 Pude registrar belos momentos e participar desta data tão importante para o Lucas . Afinal, 4 aninhos é um degrau a mais na escalada da vida .
 A vida tem muitos degraus , amor, que aos poucos vão surgindo pela vida .
 Espero que consiga escalar todos , mas, se em algum falsear , não desanime . Pare , reveja conceitos , busque novas estratégias e sempre conte comigo , além do papai e da mamãe.


E vejam só quem também abrilhantou a festa ! Não é muito corajosa essa princesinha ?
 Não só derrubou a oncinha como também intimidou o elefante !

entre girafas, onças , tigres e leões , a festança correu solta ...Era tanto correr que resolveram ficar bem à vontade! Aiiii.... esses pezinhos ....tão sujinhos....


Depois de muito brincar , correr e saltar prá lá e prá cá , bora lá apagar as velinhas !
Vamos cantar aquela musiquinha :
" Parabéns ,parabéns ...pelo seu aniversário
Que Deus lhe dê muita saúde e paz
E que os anjos digam amém
Parabéns , parabéns pelo seu aniversário "
..

Pro Lucas nada !!!! Tudo......  Viva o Lucas !!!!!
**************************************************************8888******************

 E o que a vovó tem a dizer , além de todo amor que acalenta ?

Que Deus ilumine seu caminho 
 Que a vida lhe seja leve 
mas , se porventura dificuldades surgirem 
 forças também não lhe faltem para buscar novos caminhos .
 Conte conosco sempre e nunca desprezes os ensinamentos colhidos em casa 
A vida pode ser bela , mas é preciso saber vivê-la 
 Deus lhe proteja sempre !
 Com afeto 

 Vovó Dite