segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

BONECAS DE PANO : Você já teve uma ?




Eu quero apresentar aqui hoje a minha mais nova aquisição fruto do meu lado infantil escondido atrás de meu perfil sério e enigmático .

Minha mais nova companheira “ camponesinha “

.A boneca de pano sempre me encantou . Não que eu tenha sido uma criança de muitas bonecas . Na minha infância, a classe menos privilegiada se virava com o que tinha em mãos . Então , a imaginação viajava e assim nunca nos faltou bonecas feitas provisoriamente . 
A gente selecionava o material para o corpo , cabeça e escolhíamos as roupas.

 Ficávamos horas entretidas com “nossas filhinhas “ imaginárias cuidando delas e desfrutando de sua companhia . Muitas vezes eram apenas trapos enrolados , que assumiam a forma de nossa “melhor amiga” .

Talvez o fato de nunca ter uma boneca “já pronta”, adquirida em lojas, foi que me despertou esse gosto pelas bonecas de pano . Talvez a boneca “ Emília “ ,cheia de personalidade confeccionada manualmente por tia Anastácia , companheirona de Narizinho do Sítio do Pica Pau Amarelo tenha também seu quinhão na minha preferência .

Lembro-me que na 3ª série da escola tinha um dia da semana em que a professora reservava o final da aula para nos ler o livro “Reinações de Narizinho “ de Monteiro Lobato .

E foi aí que tomei conhecimento da boneca falante e cheia de personalidade , a Emília . Eu esperava ansiosa por esse dia para conhecer mais umas peripécias do Sítio onde tudo acontecia . Era para lá que eu viajava e me sentia participando daquelas aventuras .

Fui crescendo e as bonecas foram ficando distantes , voltando a habitar as prateleiras do armário de casa na infância da minha filha .Então , as bonecas já tinham adquirido um ar mais sofisticado e o acesso a elas estava mais fácil .

Bonecas que falavam “mamã e papa” , bonecas que embalavam bebês ou que batiam palminhas , além da “barbie “ , claro , fizeram parte de sua infância . Mas o meu encanto pela boneca de pano não acabou .

 Tanto que a “Camponesinha” surgiu como cópia de uma boneca de pano antiga, de minha filha , que eu tinha guardada no baú .

Foram feitos algumas modificações nela, pela artesã que a confeccionou, o  que fez fugir um pouco o ar campestre do modelo . Mas , não posso negar , ficou linda e hoje ocupa lugar de destaque no meu quarto . Até que a Maria Eduarda venha , claro ….rssss.

E será um prazer dar a ela de presente mais uma bonequinha de pano entre outras com que já a presenteei e que fazem a diferença entre suas bonecas sofisticadas.

Apesar de um mundo governado pela mais moderna tecnologia , as bonecas de pano ainda fazem parte do mundo infantil feminino .

 É importante  encorajar essa interação entre elas ,de modo a favorecer o desenvolvimento de futuros cidadãos, melhores e mais atentos à realidade que os cerca , que coloquem em prática os valores adquiridos na infância através dos folguedos infantis .


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Bonecas de pano : Uma confecção  da artesã  Rosa Nogarino
Echaporã , São Paulo Brasil

https://www.facebook.com/rosa.nogarino?

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Resenha do livro : "DORMINDO COM O INIMIGO"

DORMINDO COM O INIMIGO _ RESENHA


O LIVRO

Dormindo com o Inimigo , autor Roberto Bo Goldkorn é um livro que li há algum tempo atrás , o qual achei bastante interessante visto o assunto de que trata . “Dormindo com o Inimigo", um verdadeiro alerta aos apaixonados desprevenidos que entram num relacionamento muitas vezes de olhos vendados . Ignoram certos sinais de comportamento do parceiro  , e, assim vão seguindo seu relacionamento , ignorando sinais , posturas , atitudes até que um dia a máscara toda cai e o amor acaba se tornando um verdadeiro caso de terror.
Roberto usa sua experiência profissional de 20 longos anos lidando com esses casos , em seu consultório de orientador pessoal. A experiência lhe mostrou que nem sempre é seguro mergulhar de olhos vendados num relacionamento . 
O pior inimigo pode ser aquela pessoa em que mais confiamos . Pior , “dormimos com ela “

O entusiasmo de uma paixão pode acabar num barco furado de frustração , muitas vezes sem volta.

A vida imita a arte
Bem , o que me fez retornar à leitura do livro foi um certo caso acontecido há alguns meses em Botafogo ,Rio de Janeiro. 
Estava eu a ouvir o noticiário da tarde quando uma notícia me chamou a atenção : “Advogado empurra a namorada grávida em frente a um ônibus , com o intuito de matá-la” .

Como nos dias de hoje somos vigiados constantemente por câmeras fotográficas localizadas em pontos estratégicos nas cidades , o rapaz se deu mal . Foi pego em flagrante .
O vídeo é chocante ! Fingindo que a levaria para casa , marcou encontro com ela no metrô e se ofereceu para acompanhá-la . Assim que a oportunidade apareceu , não pensou duas vezes , colocando friamente em prática o crime que com certeza já havia planejado .
O motivo ??? Estava de viagem marcada . Ia fazer um intercâmbio e um filho só atrapalharia !


Aí então a gente pensa : Que tipo de relacionamento tinha o casal ? Será que não foi possível em nenhum momento perceber o desinteresse do rapaz em relação a ela ? 
Onde fica o amor próprio , o respeito , o orgulho ferido , a auto estima ?
E quanto a ele , o que o levou a manter um relacionamento que não tinha futuro ? A covardia ,a vaidade , o ego insuflado … o desrespeito com o próximo , descaso com a nova vida gerada que o leva a praticar o abuso de vulnerável …Aliás , o namoro já havia terminado com a notícia da gravidez e a “recomendação amorosa “dele que ela fizesse um aborto . O filho iria atrapalhar seu brilhante futuro , como ele deixou bem claro .

Conclusão …
.Ao ler o livro novamente percebo o quanto os apaixonados , os dependentes de afetos são vulneráveis e propensos a se envolver com tal tipo de pessoas . Os casos verídicos , relatados no livro pelo autor me faz ver o quanto a carência afetiva , o medo de investir no novo , a insegurança quanto a mudanças, o amor excessivo que acreditam ter pela pessoa , falam sempre mais alto . 

Estão sempre dispostos a dar uma nova chance , a acreditar que aquele embate pode acabar se ele ou ela tiver paciência , acreditam piamente que um dia a mudança acontecerá .

O fato é que ninguém traz uma tarja na testa que o identifique como amigo ou inimigo , príncipe ou algoz . Nossa percepção é quem dirá .

E muitas vezes acabamos por nos enganar e nem percebemos quando foi que o príncipe se transformou em um algoz capaz da mais temíveis atrocidades, ferindo aquela que antes foi escolhida como sua “princesa” para ser amada e respeitada.
Roberto Bo Goldkorn

Vale a pena ler o livro , que não contem receitas prontas , mas que coloca o leitor em alerta quanto às possíveis deformações de personalidades que encontramos no dia a dia e a cegueira que acaba por tomar conta de pessoas incautas, levando por vezes  a desfechos trágicos.


domingo, 7 de janeiro de 2018

A Tradição continua ! Bom princípio de Ano Novo!



É de manhã ! O sol parece que hoje também se atrasou . Seu brilho deu lugar a uma manhã com neblina baixa e uma brisa um tanto fria . A manhã estava silenciosa e calma . Nem sons de carros se ouvia . Mas , claro , as crianças do “Bom princípio de Ano Novo” pularam cedo da cama . Mal abri os olhos pela manhã e já ouço sons de vozes infantis na rua .

É , a tradição continua ! Todos os anos na manhã de ano Novo lá estão as crianças , de porta em porta desejando “Feliz ano Novo “ e recolhendo suas prendas que na maioria das vezes são doces . Alguns dão até moedinhas , o que as deixa muito felizes .


Levantei-me apressadamente , afinal nem era tão cedo assim quando passaram pela minha rua . Abri a porta e me postei no portão com a cesta cheia de pacotinhos de doces que já havia preparado no dia anterior .
Aos poucos foram chegando em pequenos grupos . Os que conseguem a recompensa , avisam outros e assim sucessivamente os grupos vão chegando .


"Nossa , dessa vez a colheita foi boa" , falei a uma das crianças . Todas passavam com as sacolas repletas , felizes e também cansados porque muitos já estavam “na lida “ desde as 6 horas da manhã. 

Foram tantas as crianças que passaram pela minha porta neste ano , que ao final tive que improvisar . Meus pacotinhos ( que não eram poucos ) acabaram rapidamente !
Mas as crianças agradeciam e com os olhinhos brilhando saiam deixando alegremente um sonoro “FELIZ ANO NOVO”,


Provavelmente as crianças não entendem o ritual . Apenas repetem o gesto de seus antepassados . Mas , não é um gesto frio , vazio como pode parecer a alguns . 
Quando levam suas sacolinhas repletas de guloseimas é como se carregassem as sacolinhas cheias de esperança . Recebendo-as bem estamos passando solidariedade e partilhando com elas  simbolicamente nossa colheita do ano .

É preciso penetrar a fundo no significado do ritual , para que ele não seja visto apenas como “incômodo"como para muitos que passaram a noite em festa e pela manhã querem dormir .

Mas sempre haverá alguém disposto a abrir o portão de sua casa nesta manhã de primeiro de ano e receber sorridente um “BOM PRINCÍPIO DE ANO NOVO”

Grandes centros desconhecem essa tradição, talvez pela dificuldade na aplicação do evento. Afinal, hoje é tão perigoso crianças sozinhas andar pelas ruas. Mas , aqui no interior é uma festa. A gente já fica esperando com os doces prontos e um sorriso no rosto . E a tradição continua...

Clicando em algum dos links abaixo , terão maiores informações sobre essa tradição tão comum nas pequenas cidades do interior , mas desconhecida por muitos 









 Que nossos gestos para esse novo ano , sejam de atitudes de respeito e amor ao próximo 







domingo, 31 de dezembro de 2017

Hora da Virada!

Chegou o último dia do ano ! Quase hora da virada ...
Vamos vivê-lo com gratidão . Afinal se Deus nos permitiu essa nova oportunidade , ver a virada do calendário , certamente para cada um de nós tem uma missão especial . 

É hora de agradecer por tudo que vivemos até agora . Pelas alegrias e conquistas , mas também pelos momentos difíceis que pensamos não superar . Mas a nossa fé nos fortaleceu e a mão de Deus nos amparou .

Agradecer pela vida , quando tantos já se despediram deste mundo durante o ano corrente . Imprevistos , fatalidades , violências ,guerras , fome , destruição , acidentes climáticos … tantas foram as causas que ceifaram vidas . Mas Deus nos quis aqui . Agradeçamos a Ele por este privilégio : "Estar vivo !"

Agradeçamos também pelas pessoas boas colocadas por Ele em nosso caminho . Muitas nos fizeram crescer interiormente , otimizaram nossa existência , estiveram ao nosso lado ou torceram pelo nosso bem. Muito também demos de nós , porque na vida é assim : ninguém passa por nós sem levar um pouquinho de nós  ou deixar um pedacinho de si .


Vamos olhar para trás com gratidão em nossos corações . Vamos não apenas desejar “FELIZ ANO NOVO “ , mas se comprometer a ter atitudes concretas que levem a um melhor ano

"Entremos   no Ano Novo “ com firmeza e positividade  com a firme intenção de  batalhar todos os dias para que o “NOVO” se torne realidade .

Que o Novo Ano que se anuncia não seja apenas uma virada de calendário , mas seja vivido com intensidade e gestos concretos de transformação através do bom exemplo de cada um e atitudes novas que prometam mudanças , mesmo que a longo prazo .

Edite lima

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨



Que o novo ano não seja como o outono da vida onde as folhas caem deixando apenas lembranças de dias bons e ruins, mas que seja como a primavera da vida que produz frutos e dos frutos sementes onde podem ser plantadas a cada dia e colhidas a cada amanhecer”

entre espinhos também nascem flores ....portanto semeie sempre !



FELIZ ANO NOVO !








sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Final de ano: HORA DE REVIRAR AS GAVETAS

Revirando as gavetas



Estive revirando as gavetas
Colocando-as em ordem
Limpando-as do pó acumulado com o tempo
Separando papéis
Rasgando uns
Jogando fora outros

Muitos papéis encontrei
Amarelecidos pelo tempo
Corroídos pelas traças
Outros de que já nem me lembrava mais
Esquecidos em um canto
Mas que significavam um marco importante
Na composição de minha história

E assim limpando as gavetas
Refleti que aquele gesto tinha um significado simbólico
Limpar as gavetas pode significar
Passar a vida a limpo

Revire suas gavetas
Dê um balanço em suas atitudes
Como anda seu compromisso
Com a família
Com o próximo
Com a comunidade?
Já deu um balanço em seus sentimentos?
pensou em quanta amargura,
ódio, ressentimentos
ciúmes, inveja
podem estar aí
corroendo sua alma
como as traças corroem os papéis?

Guarde desejos intensos
De Paz, Saúde, Prosperidade
 Valorização e respeito pela vida
Mas não apenas os guarde
Não os deixe esquecidos no fundo da gaveta
Transforme-os em realidade
Reveja conceitos, recupere sentimentos perdidos
Perdoe...

Não apenas alimente o desejo de um mundo melhor
Mas trabalhe por um mundo melhor
Assim todos juntos em comunhão fraterna
 Independente de raça, cor ou religião
Sentados à mesma mesa
Partilhando os mesmos desejos, os mesmos sonhos
A mesma alegria
O mesmo amor
Todos unidos no grande Abraço da paz!


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Este é um texto escrito e publicado já há vários anos . Mas gosto de republicá-lo todo final de ano como uma forma de reflexão sobre o ano que  está findando e nossos desejo de preencher o vazio de nosso coração ( as gavetas ) com muita alegria , amor e esperança . 
 Jogar fora aquilo que que deixa nosso coração nublado e obscurecido pelas mágoas , por questões mal resolvidas , sonhos não realizados  e olhar para frente com otimismo e desejo de vida nova . 

FELIZ 2018 A TODOS QUE POR AQUI PASSAR

sábado, 23 de dezembro de 2017

O verdadeiro aniversariante



Todos os anos comemoramos o Natal para celebrar o Nascimento do Menino Jesus . Mas, além da figura central , o aniversariante  Jesus, existe também a figura lendária do Papai Noel , o velhinho bondoso que vem trazer presentes para as crianças e porque não, também para os adultos . O comércio explora tanto a figura do bom velhinho que é preciso muito cuidado para que sua figura não usurpe o lugar do verdadeiro aniversariante .

Afinal , como surgiu essa figura simbólica ?

Quando fui organizar minha celebração Natalina com as crianças da pastoral da Criança , este foi uma de minhas preocupações . Mas fica difícil separar Papai Noel do verdadeiro sentido de Natal.

Papai Noel faz parte do imaginário infantil .E se não tivermos cuidado , o aniversariante fica esquecido . Cabe a nós , adultos levá-los à compreensão do verdadeiro sentido do Natal . cabe a nós , desde pequenos a ensiná-los a fazer essa separação.

Natal não é só Papai Noel e Presentes!
Natal é o menino Jesus que nasce e vem fazer morada em nosso coração
Desde quando comecei esse trabalho voluntário , tenho muito cuidado com a mensagem que vamos passar às crianças e seus pais .

Papai Noel vai fazer parte do Natal das crianças, sim , pensei. Não há como desvincular .
Será apresentado  como uma figura que tem família e também chega para louvar e adorar o Menino Deus . 

Porque Natal é família reunida , é coração se abrindo aos gestos e afetos de amizade amor e carinho . Não podemos nos fixar apenas em compras , jantares e presentes. 

Papai Noel é apenas complemento de nossa alegria pela chegada do menino Jesus .
família Noel

Logo após o tradicional presépio vivo representado pelas crianças , , logo após os vivas prá Jesus , a família Noel fez sua entrada , vinda de terras distantes também para louvar e adorar nosso Deus Menino .

E todos louvaram e adoraram a Divindade que acabara de nascer cantando NOITE FELIZ !
*****************************************************************************

E agora , então ,algumas fotos sobre  a distribuição dos presentes : eram muitas crianças , mas todas foram atendidas , graças ao voluntariado a serviço na arrecadação do que faltava .








Adicionar legenda

Amizade é algo que não se explica. Vamos construindo devagar, mansamente... e quando a gente percebe, parece que a vida toda nos conhecemos...

Nildinha e Alceu, bons amigos, bons companheiros... amo vcs!



terça-feira, 19 de dezembro de 2017

ESPÍRITO DO VERDADEIRO NATAL




Para muitos o natal é uma festa a ser meramente comemorada, dão-se presentes, regalam-se com comes e bebes, festejam entre parentes e amigos.
Mas na realidade o natal significa nascer, Jesus veio nascer e morrer para que nós não morramos a morte eterna este é o verdadeiro natal este é o maior presente que recebemos!
É isso que devemos comemorar ...A vida...a vida eterna pois nunca jamais morreremos com este maravilhoso presente de natal! Faça uma oração de gratidão por Jesus ter nascido para nos salvar.
Avaliem a convivência familiar, distribuam afetos e amizades, peçam perdão e declarem boas coisas uns aos outros.
Segundo, o nascimento de Jesus foi um presente de Deus para a salvação da humanidade.
No natal desembrulhe este presente diante de outras pessoas. Mostre Jesus para alguém que não o conheça.
é Maria , é Maria , que nos mostra o Cristo , Senhor !

***********************************************************************************************************************

A seguir cenas do "PRESÉPIO VIVO ", realização da Pastoral da Criança sob a coordenação de EDITE MENDES LIMA BALBO




O Anjo do Senhor anunciou a Maria



...e ela concebeu do Espirito Santo...


Bem longe no Oriente os Reis Magos viram a Estrela e a seguiram...
Eis que Nasce o Salvador !

e todos o louvam e adoram : até os animaizinhos do estábulo e a Família Noel que se atrasou um pouco , mas chegou a tempo de pedir bênçãos para todas as crianças
Noite Feliz , Noite feliz !
canta o coro de anjos ...