terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Ciclos da Natureza

 "Atrás das negras nuvens anunciando tempestade, existe sempre um sol nascente!"


Após dias chuvosos e nebulosos, eis que surge o Sol. Eu não poderia deixar de homenagear aqui esse astro rei do universo que após uma semana de chuva ininterrupta e dias quase frios e sombrios aparece resplandecente .
È muito bom acordar pela manhã, abrir a janela e poder dizer: Bom dia Sol!!
Hoje quando acordei pela manhã, a hora já ia adiantada. A manhã estava clara e com aparência promissora. A manhã mais quente favoreceu um levantar rápido. Em pouco tempo estava pronta para a caminhada diária, interrompida pelo tempo não favorável.
Foi bom sair à rua e me deparar com a claridade e o calor morno do sol. O vento ainda gélido batendo no rosto contrastando com o calor ameno do sol. Um céu azul e límpido, indicando que o dia seria agradável.
 Já estava cansada da monotonia daqueles dias frios e chuvosos.
Mas, é a constatação de que a natureza tem seus ciclos que devem ser respeitados  e aproveitados com suas  características próprias.
Desfrutar do aconchego do lar, aproveitar aqueles dias de friozinho para fortalecer relações afetivas dentro de casa é sinal de maturidade. São oportunidades que não podem ser desperdiçadas.
Como na natureza, convém lembrar que nossa vida também é feita de ciclos. Verões e invernos se sucedem. É preciso sabedoria para retirar de cada fase os ensinamentos que a ocasião favorece.
Há momentos de monotonia, mesmice, tristezas, nebulosidades. São os “invernos da vida”. Dificuldades que parecem intermináveis, difíceis de superar.
Muitas vezes, lágrimas e decepções nos faz crer que o “inverno” está demorando muito a passar. Mas , se formos pacientes, eis que surge um raio de luz. É o “sol” voltando a brilhar. Timidamente, e, após, resplandecente.
Tenhamos em mente que não há como viver o verão sem passar pelo inverno. E vice versa. Assim é também com nossa vida. É preciso crer que atrás das nuvens existe o sol, mesmo quando chove.
Do mesmo modo como aprendemos aproveitar o que cada ciclo da natureza tem a nos oferecer, saibamos também aproveitar o que cada momento da vida nos proporciona viver.
Enquanto que nos “verões da vida” a alegria prevalece, somos chamados a estar com a natureza, brincar, passear, fazer novas amizades; nos “invernos da vida” aprendemos com as dificuldades, exercitamos a paciência e a resignação , superamos dificuldades e aprendemos o valor das verdadeiras amizades.
Com a certeza de que Deus é o Senhor da criação, aproveite sua vida e agradeça a Ele cada momento que lhe foi proporcionado viver. Seja ele um momento que lhe traga sorrisos e boas recordações ou aquele que é lembrado com tristeza ou até faça rolar uma lágrima.
Nunca se esqueça que atrás das negras nuvens anunciando tempestade existe sempre um brilhante sol nascente! Um presente do Criador!

Nenhum comentário:

Postar um comentário