segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Dia nublado



Hoje o dia amanheceu nublado e com ar nostálgico
Um tom de cinza triste manchava o céu
A brisa fresca  prenunciava a tão esperada chuva
Chuva que viria suavizar os dias quentes de verão 
Tão quentes  como jamais se viu


Ao longe apenas um clarão no horizonte
Um sol tímido e reticente como se a temer nuvens de tão maus presságios
Ensaiava seus primeiros raios em tons amarelo alaranjado
Um sinal de esperança em meio a escuridão.
E diante das incertezas que a natureza me mostrava
afloraram as incertezas de minha alma.
 E no silêncio uma oração:
Senhor, ajudai-me a confiar no que não posso controlar, a caminhar onde não posso ver, e crer que atrás das negras nuvens anunciando tempestade, sempre existe teu brilhante sol nascente.




Com a tua ajuda Senhor,
As nuvens se dissiparão
meu sol voltará a brilhar!”

Um comentário: