quinta-feira, 6 de março de 2014

Chovia a cântaros



De repente o céu se escureceu. O dia  escuro demais transformou-se em quase noite.
As maritacas ao fundo do quintal se recolheram na velha mangueira, tornando tudo momentaneamente silencioso.

O tom plúmbeo do céu denunciava urgência. Não demorou muito e o temporal desabou.



E enquanto chovia a cântaros , gigantes se digladiavam no céu como que enfurecidos com a escuridão repentina.

Pareciam deuses enraivecidos que digladiavam entre si desferindo golpes mortais.

A cada golpe , trovões ribombavam de forma ameaçadora.

E assim continuou por um tempo que pareceu-me infindável. Relâmpagos riscavam o céu, seguidos imediatamente do ressoar de trovões ameaçadores.

Abro a porta e vejo a enxurrada escorrer pela calçada. É como se junto com ela levasse também todo desassossego ,toda irritação e inquietação provocada pelo calorão de dias anteriores.

Algo inusitado acontece. Pedrinhas minúsculas de granizo começam a cair.
 É bonito ver o pipocar das pequenas pedrinhas de granizo ricochetear na calçada, desfazendo-se logo em seguida. 
Fenômeno que durou poucos minutos. Não mais que um ou dois minutos. Mas deve ter causado estrago por onde passou.

Os trovões vão cessando... Ainda chove bastante, mas tudo parece mais calmo sem a ameaça de raios e trovões.



Enquanto espero a tempestade passar, ajeito-me no sofá . Nas mãos um livro por abrir. 
A tempestade vai acalmando... o sono vem chegando. Sossego da alma, sossego da mente.

Embalada pelo ritmo dos últimos pingos da chuva adormeço. ..



7 comentários:

  1. já te falei neh, que é uma delícia de ler...quase tão bom quanto uma xícara de café quente...srrsrsrs mentira, tão bom quanto... srrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. qto o quê? Uma xícara de café já tava bom demais rssss. Tomara q venha uma comparÇÃO MELHOR

      Excluir
  2. Seus post sempre me trazendo algum bem...
    Chove chuva / Chove sem parar… Chove chuva / Chove sem parar…
    Hoje eu vou fazer uma prece / Pra Deus, Nosso Senhor…
    Jorge Bem… 1963… Lá se vão as décadas e a chuva permanece.
    http://www.youtube.com/watch?v=F4dT7l7sWVg
    Paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vc me trazendo lembranças da adolescência. Eu vivia cantarolando essa canção de Jorge Ben, rítmo e voz exótica...

      Excluir
  3. Olá, tudo bem? No sábado, fui para o sambódromo do Anhembi. Previsão era de chuva. Caiu um temporal na sexta, mas não choveu no sábado!!! Ainda bem. Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que pode curtir seu carnaval sem o inconveniente da chuva. Meu carnaval foi bem diferente... correndo atrás dos netos rsss

      Excluir
  4. Que bom que pode curtir seu carnaval numa boa, sem o inconveniente da chuva. Meu carnaval foi bem diferente ... rsss correndo atrás dos netos... kkk

    ResponderExcluir