segunda-feira, 30 de outubro de 2017

É , definitivamente , eu hoje não acordei muito bem !




Assim que abri os olhos naquela manhã de domingo , eu já percebi que algo em mim não ia bem .
Revira prá cá , revira prá la...
Um quê de desassossego , uma insatisfação até então desconhecida .
Depois de muito relutar , levanto-me ! Mas , definitivamente , algo não vai bem...
Arrastei-me pela manha , uma vontade louca de me recolher . A tarde pareceu-me looonga demais ...

Cama ...sofá ... cama...posição fetal . Não falem comigo!Estou sem paciência para qualquer assunto . Não falem comigo , senão eu choro...


Quando isso acontece , eu já me conheço e ficar “quietinha no meu canto”é a minha estratégia . A TV não me atrai e a leitura aborrece-me ! A impaciência toma conta de mim . Sinto-me irritadiça .

Foge-me a alegria e espontaneidade . 

Fujo de tudo e de todos. 

Fujo de mim ...



Difícil ! Um vazio toma conta de mim . A sensação é de que não pertenço a esse corpo . Sinto-me flutuando . Ao meu redor tudo parece irreal , um mundo ao qual também não pertenço .  Para mim a melhor hora é ao anoitecer , quando vejo que posso me recolher e ficar distante de tudo e de todos . A solidão é minha companhia .

Fico tentando decifrar o que foi que aconteceu comigo . Onde está aquela pessoa decidida , sempre pronta a qualquer eventualidade? No momento eu era o oposto . Era deitar e não querer levantar , sentar-me e ficar ali eternamente olhando para o nada , pensamentos perdidos ...Qualquer tarefa que pensava realizar , não conseguia , parecia estar amarrada.

E assim foram cinco dias de angústia indecifrável que me corroía por dentro . Cinco dias de alheamento total .
O sol brilhava lá fora , mas meu Sol se apagara !

“Mas é claro que o sol vai brilhar amanhã , mais uma vez”diz aquela canção . Mas , a mim isso parecia muito distante , impossível de acontecer . Tudo era nevoeiro !


Nosso cérebro é mesmo um órgão de grande complexidade . Trabalha constantemente , embora de forma invisível a nossos olhos . De acordo com as experiências que vivemos obtemos as respostas sob a forma de variadas sensações que podem nos trazer alegria, tristeza, rancor , carinho , ternura e demais emoções .

Acontece que os meses de Setembro/Outubro foram para mim muito tensos e recheados de preocupações . Senti-me sobrecarregada dentro desses dois meses . Não só com as atividades de rotina , mas tendo por acréscimo problemas de saúde na família que me deixaram insegura quanto à perspectiva futura. Muita correria a médicos , muita pressão familiar , muitas dúvidas …

E foi então , que meu cérebro sobrecarregado , exposto a muita pressão , mandou-me de presente um transtorno de stress agudo , segundo diagnóstico médico . Isto ocorre sempre que o paciente se vê exposto a uma sobrecarga a que não está acostumado . É passageiro , dura de 3 dias a uma semana , mas dissipa-se logo , assim que desaparece o agente agressor . 


Logo ??? A mim pareceu uma eternidade esses cinco dias de total alheamento ao mundo !
Felizmente tudo passou . Aos poucos vou retornando à rotina diária !