sábado, 4 de fevereiro de 2012

A saúde como bem comum

"Ter saúde é ter qualidade de vida"

Sem dúvida nenhuma, saúde é um bem precioso.
Durante minha infância toda sempre ouvia minha mãe repetir “estando com saúde, tudo vai bem”
Na minha ignorância infantil eu não conseguia atingir o verdadeiro significado daquela frase. Não tinha a dimensão do real sentido da palavra “saúde”.
Até o dia em que vi minha mãe doente e impossibilitada de nos atender a contento, como sempre fazia.
Só então fui compreender que podemos ter tudo, mas vindo a faltar a saúde a vida perde muito em qualidade.
O conceito de saúde nos dias atuais está bem mais amplo. Ter saúde não significa apenas não ter doenças. É ter também qualidade de vida, porque a ciência já comprovou que comportamentos negativos praticados hoje, futuramente podem gerar problemas de saúde .
Quem se previne, pode se antecipar à instalação da doença.
Haja visto os alertas  sobre as complicações que o fumo pode causar. Assim também  como já ficou comprovado que uma vida sedentária  também pode trazer complicações futuras para a saúde.
As informações sobre os benefícios trazidos pelos ditos alimentos funcionais e a importância da atividade física são informações constantes na mídia em geral.
“A saúde precisa da solidariedade social para garantir um ambiente propício e depende também da comunicação e educação para que todos saibam o que faz bem ou mal para a saúde” ( Rev de Aparecida)
Conscientes sobre o que ajuda ou prejudica  nossa saúde, aumenta nossa responsabilidade tanto individual quanto social.
Individual, porque cada um é responsável pela própria saúde.
Social, porque somos responsáveis pelos nossos dependentes:- crianças ou idosos.
E não deixamos também de ter uma certa dose de responsabilidade  com o que acontece  no Sistema de Saúde pública. Claro que a responsabilidade maior pertence aos  gerenciadores do sistema, no caso o Poder público, governantes  responsáveis diretos pela mesma. Mas todos sabemos a crise vergonhosa em que se encontra a saúde no Brasil.
Basta ouvir os noticiários para se certificar do caos  estendido ao país  todo.
Hoje apenas uma minoria pode contar com bons planos de saúde. A maioria da população faz uso do sistema público de saúde e perdem muito em qualidade de atendimento.
E nós, como cidadãos usuários ou não desse sistema devemos ficar atentos aos abusos e descasos com a vida humana, exercendo o papel de fiscalizadores prontos a denunciar qualquer abuso ou fraude praticados contra a população.
A moral cristã valoriza muito a palavra de Jesus: “Eu vim para que todos tenham vida” ( Jo 10,10).
Por isso a Igreja no Brasil vai abrir neste ano uma grande campanha de reflexão e ação solidária sobre o grande tema da saúde pública , cujo objetivo é :

“Refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de
uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e
comunitário das pessoas na atenção aos enfermos e
mobilizar por melhoria no sistema público de saúde.”

(Objetivo Geral de CF-2012).

Um assunto muito importante e de interesse de todos. Merece portanto nossa atenção e participação..04/02/12        07:19:30

http://kantinhodafe.blogspot.com

4 comentários:

  1. Aliada a essa saúde material, devemos procurar a saúde espiritual porque advindo a material, encontramos socorro em Jesus.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Precisamos todos estar saudáveis pra viver bem.. Pena que o país não se preocupa com isso! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Olá Edite. Adorei seus blogs. São excelentes e também tem textos muito inteligentes. Parabéns e obrigada pela visita em meu blog. Estou te seguindo.Abraços e fique com Deus!
    Ivani Alves

    ResponderExcluir
  4. Olá Edite, como vai?

    Muito obrigada pela visita em meu blog, fico muito feliz por ter gostado. Seu cantinho também é muito fofo, adorei aqui. Concordo com tudo o que disse nessa postagem, lembrando que nossa saúde mental deve receber atenção redobrada.

    Estou seguindo de volta!
    Ótima semana.
    Beijocas carinhosas da...
    Fe

    ResponderExcluir