sábado, 5 de julho de 2014

E julho chegou...



E julho chegou, carregado de anseios e expectativas pelo  título de hexacampeão  disputado pela seleção brasileira.
Que venha o hexa! , Mas cá entre nós , às vezes meu coração aperta. Não está fácil não. O Brasil tem enfrentado grandes times. Bem , mas depois da vitória contra a Colômbia, os ânimos podem ter melhorado. Reacende a esperança...
E lá se foi metade do ano. Metade do ano é como se fosse também metade da vida. Há que se pensar no que ficou para trás e como vamos conduzir a caminhada daqui prá frente.
Mas hoje eu quero parar no tempo para a contemplação do novo cenário  com que a natureza nos presenteia.

Julho, tempo mais frio , inverno seco e com baixa umidade do ar . Clima propício para a floração dos ipês, que surgem majestosos , com sua beleza rosada  modificando a paisagem e atraindo olhares daqueles que não ficam indiferentes ao belo.
Aliás, eu acho impossível desviar o  olhar de tanta beleza que simplesmente atrai pelo que é.
São poucos dias de floração. Uma beleza efêmera  que nos  faz refletir na transitoriedade da vida.
Como a florada dos ipês, nossa vida também é efêmera , portanto é preciso florescer mesmo em meio a terrenos hostis.
Assim como os ipês buscam na profundeza do solo a água para seu florescer fantástico, busquemos também no mais profundo de nosso ser o vigor necessário para o florescer da vida.

calçadas e...

... canteiros ficam assim atapetados de flores    em homenagem ao passante que forçosamente levanta o olhar para a contemplação



9 comentários:

  1. Edite,que lindos esses ipês! Estão florindo por aqui tb e enchem os olhos da gente com tanta beleza! Maravilhosa sua msg! bjs e boa semana,

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Edite,
    Não consigo ficar indiferente ao belo...
    aqui na minha cidade, por todos os lados,
    enxergo a exuberâncias dos ipês.
    Achei perfeita sua analogia, afinal,
    devemos nos esforçar para florescermos mesmo no
    inverno de nossas vidas...
    Uma ótima semana pra você, bjs!

    ResponderExcluir
  3. Que maravilha essa paisagem por aí! Árvore e calçadas enfeitam o olhar! Lindo demais! beijos,tuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amigas, eu não poderia deixar de clicar tão rara beleza!

      Excluir
  4. Oi Edite,
    Os jogadores são milionários e muito bem treinados e vendidos como mercadorias de primeiro corte. Claro que gostaria que o Brasil ganhasse, mas ele nem se preocupou cm a música e cadê o fuleco?
    Eu vou aplaudir quem for o melhor...
    Obrigada pelo carinho
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E então Dorli, eu ainda continuo tendo o Brasil como preferência , mesmo na ausência do Neymar. Que vença o melhor ,!

      Excluir
  5. Oi Edite! Que a força e a beleza dos ipês seja nosso exemplo. Lindas palavras! Beijo! Renata

    ResponderExcluir
  6. Edite, lindo e esperançoso post!
    Vamos torcer pelo HEXA!
    Paisagens lindas com flores e pétalas belíssimas.....................
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Edite, que reflexão maravilhosa!
    Também penso na passagem do tempo, na efemeridade da nossa existência!
    Tenhamos sempre esperança aproveitando todas as coisas boas que a vida nos oferece!
    Esse ipê é majestoso e como o chão atapetado fica lindo!
    E amanha, aqu,i vou torcer com todos vocês!
    Força Brasil!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir