quarta-feira, 15 de agosto de 2018

SEMPRE HAVERÁ ALGUÉM

Bráulio Bessa é um poeta nordestino que tem uma apresentação semanal no programa Encontro " de Fátima Bernardes .
 Você por certo já deve ter ouvido falar dele ou conhece alguma de suas poesias . Com sotaque marcante , Bráulio Bessa ganhou notoriedade após usar a internet para promover um verdadeiro resgate da literatura de cordel através das redes sociais .Seus vídeo e declamações tem milhões de visualizações e sua poesia grandemente propagada através do programa "Encontro " da Rede Globo , onde faz parte do quadro poesia com rapadura . Gosto de seu jeito simplório e a maneira "arretada que tem de proclamar seus poemas . Percebe-se a admiração dos participantes no auditório .

"SEMPRE HAVERÀ ALGUÉM" é um poema de incentivo e confiança no amanhã que pode nos revelar grandes surpresas . Quando tudo parece fugir ao nosso controle , quando nos sentirmos sozinhos , havérá sempre alguém cruzando nosso caminho e disposto a nos ajudar. Porque , por mais que o mundo caminhe de forma a nos fazer desacreditar , "sempre haverá o amor , sempre haverá o bem , sempre podemos ajudar alguém e sempre alguém poderá nos ajudar .

t.

SEMPRE HAVERÁ ALGUÉM
(Bráulio Bessa)

"Se por acaso você não conseguir caminhar
Se seus pés se enfraquecerem e a estrada se alongar,
Sempre haverá um alguém capaz de lhe carregar

Se por acaso você sentir a alma sangrar
E se a alma ferida fizer você chorar,
Sempre haverá alguém capaz de lhe consolar

Se por acaso você sentir o mundo lhe escapar
E tudo for solidão e a solidão lhe machucar,
Sempre haverá alguém capaz de lhe abraçar

Se por acaso você não conseguir enxergar
Perdido dentro de si vendo tudo se apagar,
Sempre haverá um alguém capaz de lhe encontrar

Se por acaso você sentir a vida açoitar
E na hora da agonia você se desesperar,
Sempre haverá um alguém capaz de lhe acalmar

Se por acaso você ver tudo se apressar
Se todo mundo correr se o tempo acelerar
Sempre haverá um alguém capaz de lhe esperar

Se por acaso você deixar de acreditar
Se a própria humanidade lhe decepcionar,
Sempre haverá um Alguém capaz de lhe inspirar

Se por acaso você sentir medo de amar
Se achar que não é mais capaz de se apaixonar,
Sempre haverá um alguém capaz de lhe conquistar

Sempre haverá amor, sempre haverá o bem
Numa via de mão dupla, com a força de um trem,
Alguém ajuda você e você ajuda alguém

Já que sempre haverá alguém para lhe entender
Lhe carregar, lhe acalmar, lhe abraçar quando doer,
Alguém para lhe confortar quando o mundo lhe bater

Já que sempre haverá alguém para lhe socorrer

Só é preciso ser justo e grato para perceber
Que sempre haverá alguém precisando de você."

*******************************************************



O que é Literatura de Cordel

Literatura de Cordel é uma manifestação literária tradicional da cultura popular brasileira, mais precisamente do interior nordestino.
Os locais onde ela tem grande destaque são os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba, Pará, Rio Grande do Norte e Ceará.
No Brasil, a literatura de Cordel adquiriu força no século XIX, sobretudo, entre 1930 e 1960. Muitos escritores foram influenciados por este estilo, dos quais se destacam: João Cabral de Melo Neto, Ariano Suassuna, Guimarães Rosa, dentre outros.
O termo “Cordel” é de herança portuguesa. Essa manifestação artística foi introduzida por eles no país em fins do século XVIII.
Na Europa, ela começou a aparecer no século XII em outros países, tais quais França, Espanha, Itália, popularizando-se com o Renascimento.
Em sua origem, muito poetas vendiam seus trabalhos nas feiras das cidades. Todavia, com o passar do tempo e o advento do rádio e da televisão, sua popularidade foi decaindo.









7 comentários:

  1. Boa Noite, querida amiga Edite!
    Respondi seus comentários no meu blog com carinho e comemorando antecipadamente a possibilidade da sua participação na desta do blog.
    Gosto muito este poeta de cordel e já postei algo dele também.
    Você tem um excelente gosto nas postagens.
    Tenha dias felizes e abençoados junto aos seus amados!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito dele e escolheste essa poesia muito linda!Adorei ler aqui. Gosto muito dele recitando na tv! beijos, chica

    ResponderExcluir
  3. Olá Edite, conheço os trabalhos dele antes da abertura global e posso afirmar que eles são muitos cada um mais ativo que o outro.
    Abraços e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Edite.
    Que poema mas lindo. Uma maravilhosa partilha. Amei a oportunidade de te lido. Um abençoado dia . Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Quando eu ouço Braulio, lembro daquela campanha do Braulio kkkkkkkkkkkkkk.... Não resisto! Bjs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente foi constrangedor para pessoas com o mesmo nome

      Excluir