segunda-feira, 10 de setembro de 2012

A ordem é "SER FELIZ"


Sabe aquele dia em que a gente precisa fazer algo para recuperar a imagem um tanto prejudicada pela impulsividade?
No momento da raiva é comum não medirmos palavras , abusamos da verbalização e depois nos arrependemos.
Fica aquela sensação de culpa pela falta de paciência e tolerância com o momento do outro.
Palavra , que fere ou enaltece, após proferida não reverte o efeito causado”.
Bem, mas não é este meu caso. Nunca deve haver arrependimento quando a intenção foi não se deixar dominar pelo desrespeito e abuso de autoridade de “pseudos chefões”. Muitas vezes é preciso que se exalte para que o outro te enxergue como um ser humano que também tem seus valores, vontade própria e uma dignidade a ser preservada.
Ser feliz ou ter razão”, eis a questão.
Houve um tempo em que batalhei muito pela razão que acreditava sempre ter. Com o passar dos anos aprendi que aquele velho provérbio “água mole em pedra dura tanto bate até que fura” nem sempre funciona. Quem acaba se machucando somos nós mesmos de “tanto dar murro em ponta de faca”.
Determinadas pessoas precisam apenas que as compreendamos. Nunca vão mudar o seu jeito de ser arrogantes, preconceituosas e egocêntricas, uma inteligência ímpar. Julgam-se donas da verdade e disso se prevalecem. Impossível travar um diálogo com elas. Têm sempre razão e não abrem mão de seus argumentos. Não admitem suas falhas e são incapazes de um olhar um pouco mais além de “seu mundinho” particular.
Ah, e são políticas... sabem muito bem ser cativantes em favor de seus próprios interesses.
Então optei por “ser feliz”, apesar de...., adotando uma postura vigilante e nunca me afastando dos conceitos já formados.
Quanto melhor eu me sentir diante da vida, mais entusiamada estarei com meus sonhos e realizações. Preciso estar sempre focada naquilo que quero e não no que querem que eu me transforme.
Não fazemos faxina em nossas casas? Então, resolvi também não mais deixar que meu coração se impregne com a sujeira que outros ali tentem colocar. A ordem é colocar no lixo as coisas ruins que deixam a vida obscura, vazia e triste. Nada de amargura...
Então para quebrar o gelo e dar um brilho a mais em meu dia fui à cozinha e preparei a sobremesa do dia:

arquivo pessoal
arquivo pessoal
MANJAR DOS DEUSES …. …. não se esquecendo que a deusa sou eu....

INGREDIENTES
1 litro de leite integral
1 lata de leite condensado
1 vidro de leite de coco (200 ml)
4 colheres (sopa) de maisena

CALDA
1 xícara (chá) de açúcar
200gramas de ameixa preta sem caroço ( deixe de molho numa vasilha com 2 xícaras de chá de água)

PREPARO
Faça um creme com os primeiros ingredientes. Despeje o manjar em forminhas e leve para gelar por aproximadamente 8 horas.Prepare a calda queimando o açúcar e adicionando a água das ameixas.Em seguida acrescente as ameixas e ferva por mais 10 minutos.Desenforme cada manjar e regue cada um com 2 colheres da calda. Enfeite com as ameixas. Fica uma delícia!.......

2 comentários:

  1. Edite, não sei bem o que deixou você assim, tão chateada, mas sei de uma coisa: Eu não queria ser o(a) causador(a) de sua fúria. Eh...eh...eh...

    Quando eu terei o prazer de sentar-me à mesa com você e deliciar-me com a sua culinária, hein???

    Beijos minha querida e admirada amiga!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga, ir para a cozinha e fazer esse delicioso manjar deixou meu dia bem mais doce...Foi apenas uma sombra já esmaecida. Um dia vamo-nos sentar à mesa e juntas colocar em dia tudo o que de bom vivemos e rirmos das peripécias da vida... O que vc acha?

    ResponderExcluir