sexta-feira, 10 de maio de 2013

Mãe....




Antevéspera do dia das mães. Há uma atmosfera romântica no ar. Muita alegria, expectativas...
Hora de escolher o melhor presente! Afinal , ela merece È a nossa rainha!
Todos queremos prestar nossas homenagens àquela que nos deu a vida, aquela que guia nossos passos , aquela que só quer nossa felicidade e em tudo se doa para que caminhemos seguros mesmo em caminhos pedregosos.
Mães, ah ...mães que apesar das canseiras , dores e trabalhos têm sempre um sorriso no rosto. Sorriso de encorajamento, sorriso de esperança, sorriso que nos conforta em qualquer situação.
Mães jovens, mães adolescentes ainda ensaiando os primeiros passos no caminho da maternidade...
Mães que foram forçadas a sacrificar uma carreira talvez nem tão brilhante , mas que a completava. Outras que precisaram abandonar os estudos.Todas com um único objetivo: estar perto de seu filho, protegê-los, criá-los e educá-los no amor e na verdade.
Mães envelhecidas pelo tempo, mães gastas e doentes muitas esquecidas outras fortalecidas no recesso de seu lar ao lado de seus familiares, enquanto outras sofrem pelo abandono, privadas do abraço de seu filho um dia um bebê tão amado que por ela não tem o mesmo zelo esperado.
Mães adotivas, mães que não geraram seu filho no ventre, mas os tiveram guardados no coração esmerando-se em generosidade e abnegação para aqueles que por esta ou aquela razão não tiveram outra mãe.
Mães que já se foram, mães querídíssimas que deixaram saudades de momentos felizes vividos a seu lado.
***********************************************************************************


Mas tem uma imagem de mãe que não consigo esquecer. Não me sai da memória a imagem daquela mãe em desespero debruçada sobre o corpo do filho baleado. ..
Chora a mãe do filho assassinado... chora a mãe do filho assassino.
Impossível imaginar qual dor é a maior...qual o maior sofrimento...uma perdeu o filho para Deus, brutalmente. Quis o destino que ele fosse a vítima. Tantos sonhos interrompidos...A mãe chora a sua ausência , chora o muito , ou melhor o tudo que não mais realizará.
Chora a mãe do filho assassino... Esta perdeu o filho para o mundo!
Difícil para ela admitir que algo saiu errado na educação do filho! Que falhou...sente-se culpada. Difícil ver o filho roubado pelas drogas, perdido num caminho provavelmente sem volta...
Nove meses de gestação, tudo foi feito para que crescesse saudável e fosse bem encaminhado. Ela o amamentou, protegeu, embalou, passou noites em claro velando seu sono febril.
Meu Deus! O que saiu errado? Onde foi que errei?
Meus Deus! Porque tinha que ser meu filho?
Há coisas que não voltam mais...
Conseguirá a mãe do filho assassino trazê-lo de volta para si?

A todas as mães sem exceção, um grande abraço cheio de simpatia , ternura e compreensão.
Que Deus esteja com todas vocês!







6 comentários:

  1. Lindo e cheio de verdades. Não são apenas flores, mas dores em certas mães nesses dias! beijos,chica e feliz dua pra ti!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E para todas as mães, seja na alegria ou na tristeza, que as tenha todas na palma de suas mãos! Bjs

      Excluir
  2. Bom dia de sábado!!!

    Nesse final de semana comemora -se o
    dia das mães, desejo a você um momento
    especial, que toda alegria se reúna no seu
    coração junto da família
    Parabenizo por tudo, pela amizade sempre
    carinhosa ,e pelas agradáveis visita
    Deixo meu abraço bem apertadinho
    Bjuss
    Rita!!!
    ¸╭•⊰✿¸.•*✿⊱╮ღ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita, obrigada pela visita sempre carinhosa. Um feliz dia das mães prá vc tb. Bjs

      Excluir
  3. Edite, o relato a seguir foi matéria na TV brasileira, provavelmente Rede Globo, há mais de 25 anos. -- Todos os domingos uma senhora talvez de uns 50+ ou 60 anos ia visitar um presidiário em São Paulo, aquele presidio que foi destruído há alguns anos e não me lembro o nome. O rapaz que essa mulher ia visitar e a quem ela chamava de filho e ele a chamava de mãe foi o assassino que matou friamente o filho biológico dessa mulher, enqto o rapaz dormia, em sua própria casa.

    Eu já vi na TV Americana o encontro entre um homem que passou a ter como filho o rapaz que matou toda a família do tal homem, enqto o rapaz dirigia embriagado provocou um acidente e morreram a mulher e os filhos, somente o homem escapando com vida. O rapaz pegou prisão perpétua ou de tantos anos que ficaria pouco de ser perpétua e, para surpresa de muitos, em poucos anos a justiça Americana o liberou pq o homem que tanto lutou para vê-lo na cadeia, o perdoou diante da justiça. E por que ele o perdoou? Por que não conseguia viver carregando tanto ódio em seu coração. E como ele poderia provar que realmente perdoou o rapaz que matou toda sua família? Tendo-o no lugar de um filho.

    E eu poderia citar mais casos cujos integrantes eu vi e ouvi relatando suas vicissitudes. Porém, o daquela mulher brasileira, tão simples e modesta, viajando de Santos ao presídio em São Paulo todos os domingos para visitar o "filho" foi o que mais me tocou e ainda me toca. Pessoas assim são as que realmente são capazes de praticar o amor que primeiramente Buda e depois Jesus nos ensinaram e, considerando a porcentagem dessas pessoas, elas representam muito pouco da população capaz de praticar o amor AMOR. - Eu particularmente acredito que entre as mulheres que se tornam mães, na sua maioria o fazem pela consequência biológica e não porque realmente têm vocação para serem mães. E o mesmo vale para os pais.

    Eu sei o qto vc tem expressado seu amor pela sua mãe e a grande mãe que ela foi e assim, com toda minha sinceridade, espero que vcs duas passem um feliz dia, hoje, Dia das Mães. E gostaria de saber que existem muito mais mães como a sua em todas as partes do mundo.
    Paz

    ResponderExcluir
  4. Obrigada paz, e feliz dia das mães prá vc também!

    ResponderExcluir