quarta-feira, 26 de junho de 2013

Do outro lado dos prazeres hibernais

Final de outono...  baixas temperaturas...   Tudo indica que neste ano o inverno será bem rigoroso!
Adoro o inverno! Dizem uns... Com o frio a gente dorme melhor. Acorda mais disposto, completa outro.
O inverno é a estação mais elegante do ano, dizem os entendidos em moda.
 É a estação onde as mulheres tem a oportunidade de mostrar o ápice de sua elegância.
 As vitrines se esmeram em arrumação para atrair o consumidor. 
O apelo ao consumismo é grande. São lenços, cachecóis, casacos, botas , meias... Tudo que possa atrair as consumistas mais inveteradas.
Na cozinha aconchegante, um prato de sopa quente reúne a família em torno da mesa de jantar. Estômago aquecido. Relações afetivas fortalecidas.
Ficar madornando na frente da TV, debaixo de um, bom cobertor é uma boa pedida. Mais tarde uma pipoquinha acompanhada de um chazinho quente também nos deixa mais aquecidos. Temos essa sensação de que o inverno aproxima as pessoas. Ficamos mais caseiros.
Mas para os mais jovens frio não é empecilho. O encontro com os amigos num barzinho é obrigatório. Então retiram do armário blusas, casacos, luvas, cachecóis... há muito tempo ali esquecidos. E caem na noite para o encontro com os amigos, que pode ser num barzinho ou esquentando o corpo num ritmo dançante em uma danceteria qualquer.
Para aqueles que saem muito cedo para trabalhar ou atravessam a noite no trabalho, o remédio é enfrentar o frio. Difícil é abandonar o calor do cobertor para sair a campo. Mas depois que saem, o frio da madrugada os revigora, dizem alguns mais corajosos.
E assim atravessamos todo o inverno cercado de todos esses pequenos prazeres hibernais..
 ....................                      ..................
...............                      ................................
Mas, é preciso muito pouco, um olhar mais aguçado , um exercício maior de sensibilidade para atravessarmos essa linha limite conforto e pequenos prazeres hibernais . E do outro lado vamos encontrar uma realidade dura e cruel. Vamos encontrar aqueles que não tem opção nenhuma de escolha, porque não tem para onde ir. Moram ali.....na rua. Dormem ali... ao relento.
São os filhos de ninguém, os desafortunados , vítimas desse mundo injusto e cruel. São os desabrigados, os sem teto, sem carinho, sem respeito...Sem calçados, sem agasalhos, sem casacos.. Também muitas vezes sem um prato de comida.
Não há como não pensar neles. São os Zés, as Marias deste mundão de meu Deus! Atravessam madrugadas frias quase sem proteção alguma. Dormindo sobre papelão ou se aquecendo em torno de uma pequena fogueira. A noite é longa. Os perigos são muitos.
Amanhece! E nós debaixo de nossos edredons. Aconchegantes. Um pouquinho mais na cama. Os cobertores aconchegantes sugerem uma demora no levantar.
E eles...
Muito cedo tentando movimentar os membros entorpecidos pelo frio. Procurando uma réstia de sol, quando o tempo favorece. Uma xícara de café ou leite quente seria uma boa pedida...mas...
Sei que não vou consertar o mundo. Mas essas diferenças sociais me incomodam. Moro numa cidade pequena, mas desabrigados existem .Basta sair um pouco de si mesmo, estender o olhar e bem próximo pode estar a necessidade. Suavizar o frio ou aplacar a fome de uma única pessoa que seja, pode parecer muito pouco. Mas são pequenos gestos que fazem a diferença. As boas ações somadas vão resultar num amontoado de bênçãos que se traduzem em Amor. E um mundo com mais amor, mais solidariedade e fraternidade, certamente será um mundo bem melhor.
Não vou discutir aqui falhas do sistema político, econômico ou social. Quero me ater apenas à necessidade de cada um fazer a sua parte.  
Nada contra nossos pequenos prazeres hibernais, nosso pequeno conforto. Mas, aqueçamos também o nosso coração para que possamos sentir a necessidade do próximo e a ele estender nossa mão. 
Os filhos de ninguém são,antes de mais nada, também filhos de Deus!

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Acordar mais disposto no inverno????Eu tenho preguiça de levantar da cama!!!!!! Bjs, Fabio www.fabiotv.zip.net

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quem não tem ? Sempre desejei fugir do inverno para um lugar mais aconchegante. E finalmente esse dia chegou! Goiânia é tudo de bom. Por aqui o frio passa longe....

      Excluir