quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

A magia acabou...

O ano só começa depois do carnaval?”Seria isso uma verdade ou apenas uma falácia?

Este costume de dizer que o ano só começa depois do carnaval é antigo e gera muitas controvérsias.
Para aqueles apaixonados pela folia carnavalesca chega a ser uma verdade incontestável. O fato é que concordam com tais dizeres defendendo a causa em benefício próprio.
Muitos resistem em deixar a avenida. E na quarta feira ainda participam do arrastão carnavalesco. Resistem em aceitar que o sonho acabou, a magia se desfez e é hora de voltar à realidade.
Nada contra o carnaval e sua alegria, muito menos com quem gosta dele. Eu apenas não participo e abomino os abusos e excentricidades. Defendo um carnaval com responsabilidade e decência.
A emoção para alguns é tamanha que derramam lágrimas em plena avenida. E depois, a beleza das escolas de samba, suas alegorias e suas homenagens são muitas de uma criatividade e beleza incríveis.
Enquanto uns descarregam suas energias na avenida, outros aproveitam para recarregar as baterias, aproveitando o tempo de forma agradável
Que não se chegue ao extremo de dizer que nesses dias “não se deve pensar e nem falar em trabalho” . Também não se caia na insensatez de abandonar ou adiar projetos que correm o risco de ficar prejudicados por esse afã carnavalesco.
Dependendo da área profissional , pode-se aproveitar os dias de feriado para planejar melhor suas atividades . Para quem não gosta da folia carnavalesca, nada de ficar reclamando. Melhor aproveitar esses dias de folga das atividades rotineiras de forma mais produtiva.
A folia pela TV chega a ser cansativa, embora muitas dotadas de beleza. Então que tal aproveitar para ver um filme convidar amigos para um bate-papo, reunir a família ou até mesmo, se preferir o isolamento, se concentrar na leitura de um bom livro.
Tudo tem uma medida e é bom evitar fazer desse período um marco para os dias de trabalho para depois não precisar “correr atrás do prejuizo”.
É importante reavaliar a forma como administramos nosso tempo, pois utilizá-lo da melhor forma possível é responsabilidade pessoal.

2 comentários:

  1. E o pior é que as coisas funcionam assim mesmo, o ano começando após o carnaval...

    Eu também não gosto de carnaval, mas penso igual a você, nada contra, só acho que a cada ano as pessoas estão expondo-se mais ao perigo: entenda-se como perigo excesso no álcool, drogas e sexo sem segurança...

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente por aqui é bem assim mesmo...beijos,chica

    ResponderExcluir